Fabiana Justus relata sangramento na gravidez: entenda o que pode ser

Gravidez e maternidade Saúde
30 de Março, 2023
Fabiana Justus relata sangramento na gravidez: entenda o que pode ser

Recentemente, a influenciadora e empresária Fabiana Justus, filha de Roberto Justus, compartilhou em suas redes sociais que está esperando seu terceiro filho, fruto do seu relacionamento com Bruno Levi D’Ancona. Segundo ela, a gestação, que é a “cereja do bolo” da família, era muito aguardada e planejada pelo casal. Contudo, já no primeiro trimestre, a influenciadora revelou que teve um sangramento volumoso enquanto estava de férias em Miami, nos Estados Unidos. Em um vídeo publicado no Youtube, Fabiana contou com detalhes do susto:

“Eu quase tive um treco. Quando eu olhei na privada, tinha muito sangue. Fiquei desesperada. Estava com dez semanas, fora do país, com um sangramento bizarro. Me limpava e continuava saindo sangue, era bem vivo. Nem tinha absorvente. Pus um monte de papel, calcinha e roupão. Saí na sala e dei de cara com a Paula. Eu estava chorando, tremendo. Ela estava de pijama. Meu pai veio, e eles me levaram ao hospital. Estava sentindo muita cólica”, relatou.

O motivo do sangramento, segundo a influenciadora, foi um hematoma. Contudo, após realizar todos os exames necessários, foi constatado que o bebê está bem e a gestação corre normalmente. Afinal, sangramentos como o de Fabiana são comuns na gravidez? Quando é necessário se preocupar? Continue lendo e entenda. 

Veja também: Gravidez pós-parto: quando engravidar de novo?

Fabiana Justus: principais motivos de sangramento na gestação

fabiana justus

sangramento vaginal no primeiro trimestre de gestação é relativamente comum. Portanto, de acordo com o Colégio Brasileiro de Radiologia e diagnóstico por Imagem, a presença de sangue pode acontecer em aproximadamente 25% das pacientes que sabem que estão grávidas.

Assim, segundo a médica Luciana Delamuta, ginecologista e obstetra em uma entrevista anterior à Vitat, a perda de sangue nos três primeiros meses da gravidez pode ser resultado da própria implantação do embrião. “Geralmente, isso acaba se confundindo até com a menstruação da paciente. Portanto, às vezes, ela pensa que adiantou”, completa a médica.

Além disso, existem outros motivos para ocorrer sangramento durante o primeiro trimestre de gestação. São eles:

Hematoma subcoriônico como o de Fabiana Justus

A especialista cita que pode ocorrer um hematoma subcoriônico. Assim, este é o nome dado para o acúmulo de sangue que se forma atrás do tecido que dará origem à placenta. Portanto, até que ele seja completamente absorvido pelo organismo, a paciente pode apresentar sangramentos ocasionais durante a gestação.

Gestação ectópica

Alerta-se também sobre a possibilidade do sangramento vaginal em decorrência de uma gravidez ectópica, que acomete cerca de 2% das gestações. Portanto, resumidamente, esse é o nome dado para quando o óvulo é fertilizado fora do útero, normalmente nas tubas uterinas. Assim, de acordo com a Dra. Luciana, suspeita-se desse tipo de gravidez quando a paciente passa por um exame de imagem e não há a presença do saco gestacional.

Perda gestacional

A princípio, ainda no primeiro trimestre da gravidez, há também a possibilidade do sangramento vaginal ocorrer em decorrência do abortamento. Assim, a obstetra recomenda que a paciente procure pelo pronto-socorro quando a perda sanguínea é acompanhada de cólicas importantes, que pioram com o decorrer do tempo. Além disso, as dores não melhoram com o uso de analgésicos. Portanto, é necessário buscar atendimento médico de emergência. 

Sinais de alerta 

Sangramentos podem acontecer durante a gestação e não necessariamente representam riscos à integridade do bebê ou da mãe. Contudo, um médico obstetra deve avaliar toda e qualquer presença de sangue durante essa fase. Assim, o sangramento pode ser multifatorial, o que exige uma análise minuciosa da equipe médica e eventuais exames médicos para confirmar a vitalidade e segurança do bebê.

Por fim, com o passar do tempo, o sangramento gestacional se torna cada vez mais perigoso. Portanto, a presença de sangue também pode indicar condições como descolamento de placenta, placenta prévia, fragmentação do colo uterino, placenta baixa

Assista ao vídeo de Fabiana Justus

Fonte: Luciana Delamuta, médica ginecologista e obstetra.

Referências: Colégio Brasileiro de Radiologia e diagnóstico por Imagem e Manual MSD – Versão Saúde à Família.

Programas Vitat

Fabiana Justus

Clique aqui e saiba mais.

 

Sobre o autor

Tayna Farias
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em gravidez e maternidade

Leia também:

insulina oral
Saúde

Insulina oral: Pesquisadores desenvolvem novo tratamento para diabetes

A nova versão se mostrou mais prática e deve gerar menos efeitos colaterais

Ivete Sangalo pneumonia
Saúde

Ivete Sangalo é internada com pneumonia. Entenda o quadro

A pneumonia é uma infecção respiratória que causa tosse com muco ou pus, febre e dificuldade respiratória

foto de uma caderneta de vacinação com uma seringa
Saúde

Caderneta de vacinação em dia ajuda a evitar surtos de doenças

Especialistas alertam que a vacinação é um pacto de saúde coletivo