Como emagrecer amamentando? Dicas para fazer isso com segurança

22 de junho, 2021

O ganho de peso durante a gestação é uma situação normal e esperada, já que o corpo da mulher passa por várias transformações físicas e metabólicas para o desenvolvimento saudável do bebê. Mas muitas mamães, logo após o parto, iniciam o processo de tentar emagrecer mesmo amamentando, com o objetivo de reduzir o número na balança e retomar a autoestima.

Qual a melhor dieta para quem amamenta?

No entanto, dietas restritivas no pós-parto não são recomendadas. É importante, assim, adotar uma alimentação equilibrada e planejar uma perda de peso progressiva para manter a produção do leite materno. E o organismo pode demorar até um ano para voltar ao que era antes da gravidez.

“A melhor forma para emagrecer amamentando sem prejudicar o leite é comer de forma natural e nutritiva. Praticar atividade física dentro do possível e com liberação médica, e manter a ingestão de água, no mínimo 3 ou 4 litros por dia, também ajudam a manter a rotina saudável”, explica Vivian Berkowitz, nutricionista funcional integrativa.

E o próprio ato de amamentar emagrece, sabia? O corpo precisa de 800 calorias por dia para produzir o alimento do bebê. E o resultado do esforço natural é uma perda de 250 a 500 gramas por semana. Contudo, o gasto de energia na produção faz aumentar a fome, então é preciso controlar os impulsos para fazer boas escolhas.

Leia também: Quem amamenta pode fazer jejum intermitente?

Como emagrecer amamentando

Além de consumir alimentos ricos em fibras, a dieta pós-parto também deve ter vitaminas, ferro e minerais. “O segredo é evitar industrializados, ultraprocessados, açúcar, gorduras ruins e calorias vazias. Encha o prato de alimentos naturais e nutritivos, depois fracione as refeições adequadamente”, aconselha Berkowitz.

Emagrecer depois do parto não é uma tarefa fácil, principalmente pelo cansaço, a privação do sono e o estresse causado pela preocupação. Mas a escolha de um cardápio saudável, o consumo de 3 a 4 litros de água e um bom trânsito intestinal são fatores que auxiliam na perda de peso.

Até as tarefas do dia a dia, como carregar o bebe no sling ou fazer longas caminhadas passeando com o carrinho, também podem contribuir para a queima de calorias da nova mamãe. Com paciência e dedicação, é possível recuperar o antigo visual sem comprometer a saúde do bebê.

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.