Por que sinto dor de cabeça ao fazer dieta?

Alimentação Bem-estar Saúde
03 de Janeiro, 2023
Por que sinto dor de cabeça ao fazer dieta?

Você fez algumas mudanças no cardápio para entrar em 2023 com tudo, mas está sofrendo com alguns efeitos colaterais? A dor de cabeça ao fazer dieta é um exemplo comum de sintoma nada agradável que pode surgir. Saiba mais:

Por que sentimos dor de cabeça ao fazer dieta?

De acordo com a nutricionista Fabiana Freire, coordenadora do curso de Nutrição do UNINASSAU Paulista, dietas com restrição de carboidratos costumam trazer resultados rápidos, mas podem causar o efeito citado.

Isso acontece porque o carboidrato é a principal fonte de energia do corpo. Sem ele, o organismo apela para outro combustível: o glicogênio, armazenado no fígado e nos músculos.

“Com o uso do glicogênio, também ocorre a redução de água intracelular. Assim, quanto menos líquido na circulação, menor é o transporte de oxigênio para as células – incluindo para os neurônios. Daí a dor de cabeça”, explica a especialista.

Além disso, outras consequências incluem fraqueza, constipação e frio. O que pode ser especialmente perigoso se você não contar com a ajuda de um profissional.

“Dietas sem acompanhamento de um nutricionista geralmente são pobres em nutrientes, entre eles o carboidrato. Com a redução desse grupo específico, os sintomas aparecem porque a diminuição na ingestão de carboidratos também leva a uma diminuição nos níveis de insulina circulantes no sangue.”

Leia também: Sua promessa de ano novo é emagrecer? Dicas essenciais

O que fazer para evitar o problema?

O primeiro passo, então, é consultar um especialista. Além disso, é muito importante garantir todos os nutrientes necessários para o seu corpo.

“Uma dieta completa e saudável deve ser composta por todos os grupos alimentares: proteínas, carboidratos, vegetais tipo A (verduras) e vegetais tipo B (legumes). Quanto mais equilibrada e variada, melhor para o paciente adquirir o hábito de consumir alimentos ricos em vitaminas e minerais essenciais para a saúde”, finaliza Fabiana Freire.

Fonte: Fabiana Freire, coordenadora do curso de nutrição do UNINASSAU Paulista e nutricionista.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

Remada baixa
Bem-estar Movimento

Remada baixa: para que serve e como fazer?

Comum em treinamento de força, o exercício fortalece os músculos das costas, como o dorso e trapézio

elevação pélvica
Bem-estar Movimento

Elevação pélvica: como fazer, benefícios e substituições

A elevação de quadril, também chamada de hip thrust ou elevação pélvica, é o ótima para trabalhar glúteos e pernas

insulina oral
Saúde

Insulina oral: Pesquisadores desenvolvem novo tratamento para diabetes

A nova versão se mostrou mais prática e deve gerar menos efeitos colaterais