Dispareunia: o que é, causas, sintomas e tratamentos

Saúde
16 de Setembro, 2022
Dispareunia: o que é, causas, sintomas e tratamentos

A dor na relação sexual pode acontecer por diversos motivos, entre eles, a dispareunia, uma condição que faz parte do Transtorno de Dor Gênito-Pélvica/Penetração (DGPP). Entenda agora o que é e como funciona o tratamento. 

Afinal, o que é a dispareunia?

A dispareunia é uma dor que atinge a região vulvovestibular (abertura entre os pequenos lábios até a vagina), no início da penetração. Além disso, ela também se dá pelo movimento do pênis dentro dessa região genital. 

Essa condição é classificada como superficial ou profunda. Em casos da dispareunia mais severa, a dor ocorre após a penetração na vagina, sendo associada a dor pélvica crônica. Em contrapartida, nos quadros superficiais, o desconforto surge quando a abertura da vagina é pressionada.

Leia também: Dor durante a relação sexual é normal? Especialista explica

Causas da dispareunia

A dispareunia acontece por fatores como infecções (herpes genital, candidíase, etc), hipoestrogenismo, infecção no trato urinário, prolapso, lubrificação vaginal inadequada, entre outros. Além disso, outros fatores psicológicos e biológicos também influenciam no diagnóstico. Assim, conheça mais causas: 

  • Machucados na região íntima; 
  • Radioterapia que afeta a vagina; 
  • Síndrome gênito-urinária da menopausa, ou seja, alterações na vagina e no trato urinário. Portanto, como consequência, o tecido fica mais fino, seco e sem elasticidade. 

De acordo com um estudo feito com 202 puérperas, a prevalência de dispareunia no 3º trimestre da gestação foi de 48,5%. Assim, antes da gestação, a porcentagem era de 15,3%. Então, os pesquisadores concluíram que os motivos foram: constipação e incontinência urinária no terceiro trimestre da gestação e dispareunia antes da gravidez. 

Sintomas

Os sintomas da dispareunia incluem:

  • Dor gênito-pélvica; 
  • Dificuldade de penetração vaginal; 
  • Medo ligado à penetração vaginal; 
  • Tensão da musculatura do assoalho pélvico.

No entanto, se a dor for muito profunda, é preciso investigar mais causas, pois a condição também é associada a nódulos na pelve, endometriose, miomas e infecção do colo do útero. O diagnóstico da condição é feito pelo exame pélvico.

Tratamento da dispareunia

O tratamento ocorre de maneira multidisciplinar, portanto, envolve procedimentos médicos, psicoterápicos e fisioterapêuticos. Por fim, algumas pomadas anestésicas, lubrificantes e um cuidado maior na hora da relação sexual também colaboram para a melhoria da disfunção.

Fonte: Manual MSD. 

Referências: SPERANDIO, Fabiana; SACOMORI, Cinara; PORTO, Isabela; CARDOSO, Fernando. Prevalência de dispareunia na gravidez e fatores associados. Florianópolis: SciELO. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbsmi/a/zLZv3nNTLsXbwFbjhJCZ6jc/?lang=pt#ModalTutors; Acesso em 15 de setembro de 2022
.

Descubra seu peso ideal. É grátis! Saiba se seu peso atual e sua meta de peso são saudáveis com Tecnonutri.
cm Ex. 163 kg Ex. 78,6

Sobre o autor

Gabriela Ferreira
Jornalista e Repórter da Vitat.

Leia também:

Lapsos de memória
Bem-estar Equilíbrio Saúde

Lapsos de memória: 8 principais fatores e como evitá-los

Rotina sobrecarregada, estresse e noites maldormidas são algumas das causas

Medir a pressão arterial
Saúde

Medir a pressão arterial: veja novas recomendações

Veja novas recomendações da Sociedade Brasileira de Cardiologia

mulher se consultando com um médico
Bem-estar Saúde

Preparação para a bariátrica vai além dos exames e envolve mudanças de vida

Antes de entrar no centro cirúrgico, o candidato à cirurgia bariátrica percorre um caminho de preparação que promete mais do que a perda de peso: uma