Qual a relação entre dermatite herpetiforme e doença celíaca? Dermatologista explica

Saúde
10 de Julho, 2024
Qual a relação entre dermatite herpetiforme e doença celíaca? Dermatologista explica

A presença de coceira persistente, vesículas e bolhas com áreas avermelhadas na pele pode sugerir um quadro de dermatite herpetiforme, uma condição autoimune frequentemente associada à doença celíaca. Mas afinal, qual é a relação?

De acordo com o médico dermatologista José Roberto Fraga Filho, ambas as doenças compartilham da mesma causa: reação autoimune ao glúten

No entanto, enquanto a doença celíaca manifesta sintomas intestinais, a dermatite herpetiforme gera erupções cutâneas na pele. “O glúten é uma proteína encontrada no trigo centeio e cevada. Esse grupo de pacientes apresenta uma condição genética semelhante”, complementa o especialista. 

Entenda a seguir o que acontece, como identificar as doenças e o tipo de tratamento da dermatite herpetiforme e doença celíaca. 

Dermatite herpetiforme e a doença celíaca: o que acontece? 

Quando o paciente com sensibilidade consome o glúten, o mesmo é decomposto em uma série de substâncias. Uma delas é a gliadina, que desencadeia uma produção de anticorpos (principalmente da classe IgA) direcionadas contra o organismo. 

Em pessoas com doença celíaca, o sistema imunológico direciona essa resposta anormal ao intestino delgado o que inflama e danifica as vilosidades intestinais, dificultando a absorção de nutrientes.

Já na dermatite herpetiforme, a reação autoimune gera erupções cutâneas com bolhas avermelhadas e coceira intensa, normalmente em áreas como cotovelos, joelhos, nádegas e costas. 

É importante destacar que nem todas as pessoas com doença celíaca desenvolvem hepatite herpetiforme. Em alguns casos, dermatite herpetiforme pode ser observada como o primeiro indicativo de problemas no intestino delgado ou até mesmo como o único sintoma visível da condição. 

Ou seja, algumas pessoas podem não apresentar outros sintomas típicos da doença celíaca, como desconfortos abdominais, diarreia ou perda de peso.

Leia também: Alimentos que contêm glúten, e você nem imagina

Afinal, como identificar? 

Antes de mais nada, a dermatite herpetiforme e a doença celíaca podem apresentar sintomas menos específicos ou semelhantes com outras condições. Dessa forma, são necessários testes específicos para confirmação do quadro. 

No caso de dermatite, por exemplo, o dermatologista José Roberto explica que é indicado uma biópsia cutânea com imunofluorescência direta, em cujas amostras os médicos encontram tipos e padrões específicos de anticorpos. Ademais, o médico pode solicitar uma pesquisa de anticorpos no sangue. 

Por outro lado, em quadros de doença celíaca, além dos sintomas apresentados, uma colonoscopia com biópsia da região afetada ajuda a confirmar o diagnóstico. Além disso, a medição do número de anticorpos específicos produzidos quando uma pessoa com doença celíaca consome glúten é um exame útil. 

Dermatite herpetiforme e doença celíaca: como é feito o tratamento?

A principal abordagem de tratamento da dermatite herpetiforme e da doença celíaca é a mesma, e consiste em evitar por toda a vida alimentos que contenham glúten. Por exemplo, pães, cereais, bolos, pizzas e outros produtos alimentícios, ou aditivos que contenham trigo, centeio, aveia e cevada. 

Na maioria dos casos, a erupção cutânea da dermatite desaparece em poucas semanas após a adoção da dieta. Mas, nesse período, o especialista pode prescrever algum medicamento para controlar a coceira e a inflamação. 

Fontes

  • Dr. José Roberto Fraga Filho, médico dermatologista, membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia e fundador e Diretor Clínico do Instituto Fraga de Dermatologia.

Referências

Sobre o autor

Susana Targino
Jornalista da Vitat

Leia também:

Ozempic, Wegovy e Mounjaro
Saúde

Ozempic, Wegovy e Mounjaro: endocrinologista explica diferenças

Como as chamadas "canetas emagrecedoras" atuam contra o diabetes e obesidade?

Mulher grávida ao lado de um médico, que está olhando uma prancheta, explicando as doenças mais comuns na gravidez
Gravidez e maternidade Saúde

7 doenças mais comuns na gravidez e como identificá-las

As alterações da gravidez podem enfraquecer o sistema imunológico da mulher, tornando-a mais propensa a doenças e infecções comuns no período

Creatina na menopausa
Alimentação Bem-estar Saúde

Creatina na menopausa: suplemento ameniza efeitos e promove bem-estar

A suplementação surge como uma alternativa promissora para combater os efeitos negativos da menopausa e promover o bem-estar feminino