Covid-19 e obesidade: Mortalidade é maior entre população obesa

Saúde
08 de Março, 2021
Covid-19 e obesidade: Mortalidade é maior entre população obesa

A mortalidade por Covid-19 é mais alta em países onde a maioria dos adultos é obesa, segundo um relatório da Federação Mundial da Obesidade. O estudou analisou a relação entre o coronavírus e suas complicações na população acima do peso.

Ainda, o relatório apontou que o risco de morte é 10 vezes maior entre a população com sobrepeso. Não só, em 2,5 milhões das mortes, mais de 2,2 milhões delas aconteceram em países onde mais da metade da população é obesa ou está acima do peso. Ou seja, 88% das mortes pelo vírus ocorreram nesses países.

Leia mais: Obesidade e coronavírus: Entenda a relação de risco

Covid-19 x Obesidade: Qual a relação?

A princípio, a relação entre Covid-19 e a obesidade se estabeleceu por completo, pois, apesar dos dados indicarem que a população obesa foi mais atingida pelo vírus, não consideraram outros fatores. Por exemplo, as mortes também se referem à capacidade dos países em controlar as fronteiras. Além disso, é preciso considerar também a velocidade com que o vírus se espalha. O mesmo vale para as variantes.

Leia também: 82% dos pacientes de covid-19 têm falta de vitamina D, diz estudo

No entanto, os dados não deixam de indicar que a taxa de mortalidade é maior entre a população obesa. Por isso, a Federação Mundial da Obesidade é favorável à priorização dessas pessoas nas campanhas de vacinação.

Por exemplo, no Brasil, segundo o Ministério da Saúde, a obesidade é a terceira comorbidade entre as pessoas com menos de 60 anos que foram a óbito por conta do vírus. A principal comorbidade é a cardiopatia (doenças do coração). Em seguida, encontra-se diabetes. Sendo assim, é possível considerar a população obesa como um grupo de risco.

Obesidade e coronavírus: Como funciona na prática 

A obesidade é uma doença complexa, que faz parte das doenças crônicas não transmissíveis (DCNT). O acúmulo excessivo de gordura corporal pode levar a outras enfermidades como doenças cardiovasculares, dislipidemia, diabetes tipo 2, síndrome metabólica e alguns tipos de câncer. 

Obesidade é classificada pela distribuição da gordura corporal e por graus, de acordo com o Índice de massa corporal (IMC). Você calcula dividindo o peso (em kg) pelo quadrado da altura (em metros).

Portanto, o resultado revela se o peso está dentro da faixa ideal, abaixo ou acima do desejado – revelando sobrepeso ou obesidade.

Classificação do IMC:

  • Menor que 18,5 – Abaixo do peso
  • Entre 18,5 e 24,9 – Peso normal
  • Entre 25 e 29,9 – Sobrepeso (acima do peso desejado)
  • Igual ou acima de 30 – Obesidade.

Leia mais: Covid-19: Quase 20% dos pacientes têm doenças mentais depois

Sobre o autor

Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo

Leia também:

mulher se consultando com um médico
Bem-estar Saúde

Preparação para a bariátrica vai além dos exames e envolve mudanças de vida

Antes de entrar no centro cirúrgico, o candidato à cirurgia bariátrica percorre um caminho de preparação que promete mais do que a perda de peso: uma

tempo em frente às telas
Alimentação Bem-estar Equilíbrio Saúde

Maior tempo em frente às telas está associado à piora da dieta de adolescentes

Pesquisa brasileira avaliou dados de 1,2 mil adolescentes e constatou que a maioria gasta mais de 2 horas de tempo em frente as telas

corredor abaixado segurando a perna aparentemente com dor
Bem-estar Movimento Saúde

Será que eu estou com canelite? Médico destaca principais sinais

A condição é uma das principais preocupações entre os corredores. Ortopedista explica como identificar os sintomas característicos da canelite