O que acontece quando você segue uma dieta low carb

29 de outubro, 2019

Aquela história de que a glicose é fundamental para o funcionamento dos nossos órgãos e que, por essa razão, precisamos ingerir carboidratos na dieta não é de todo verdade. Na verdade, eles sobrevivem muito bem a base de corpos cetônicos (gordura), inclusive o cérebro, cuja necessidade de glicose é tão pequena que o fígado dá conta de produzi-la a partir de outros substratos (gliconeogênese).

Quando você segue uma dieta low carb, ela pode regular todo o mecanismo hormonal e, por consequência, facilitar o emagrecimento e manutenção do peso. Mas não é só isso: dietas com menor consumo de carboidratos, especialmente aqueles vindos de grãos, farinhas e açúcares promovem maior saciedade pois não provocam picos de insulina. Além disso, por conter maior quantidade de proteínas e gorduras o esvaziamento gástrico é mais lento, diminuindo a necessidade de comer a toda hora.

Outro ponto interessante para quem segue uma dieta low carb é que pelo próprio conceito dela, que determina um baixo consumo de carboidratos. Assim, é importante excluir alimentos ricos em açúcar, farinhas refinadas, industrializados, enlatados e fast foods. Tais alimentos são substituidos por vegetais (à vontade), frutas e tubérculos (com moderação) de todos os tipos e variedades. Essa troca promove maior densidade nutritiva, saúde, capacidade cognitiva, foco e produtividade.

Leia também: Dicas para controlar as porções dos alimentos

Benefícios de quem segue uma dieta low carb

Mais saciedade

Quando a pessoa segue uma dieta low carb, é normal que consuma mais gorduras boas e proteínas. Com isso, a sensação de fome fica reduzida, fator que contribui diretamente na perda de peso.

Diminui os níveis de triglicerídeos

Os triglicerídeos são moléculas de gordura e o nível deles no sangue indicam o risco de doenças cardíacas. Um dos principais causadores do aumento dessa substância é o consumo exagerado de carboidratos, principalmente na forma de frutose. Ou seja, ao aderir à low carb, é normal notar a redução dos índices de triglicerídeos, favorecendo a saúde do coração.

Controla a glicemia

Todos os alimentos fontes de carboidratos se transformam em glicose após ingeridos e aqueles do tipo simples (encontrados em pães, bolos, arroz ou macarrão) passam por essa transformação de forma muito rápida, o que faz a glicemia no sangue subir de uma vez, exigindo mais da insulina. Com o tempo, o excesso de carboidratos pode, inclusive, facilitar o surgimento de diabetes. Então, reduzir seu consumo é benéfico para a saúde por controlar a glicemia.

Melhora o colesterol

O colesterol é uma gordura que se encontra ligada a proteínas e que está presente na corrente sanguínea, atuando na cicatrização e em reservas energéticas, formando uma camada gordurosa. Dessas proteínas, as mais famosas são a LDL (colesterol ruim) e o HDL (colesterol bom).

Uma das melhores maneiras de aumentar o HDL é ingerindo alimentos fontes de gorduras boas, como azeite, abacate, salmão… Considerando que a low carb prioriza o consumo desse tipo de alimento, não é surpresa descobrir que os níveis de colesterol bom aumentam, protegendo o coração.

Faça sua avaliação de peso, descubra seu peso ideal e aprenda a emagrecer com a Low Carb. Clique para saber mais

Sobre o autor

Thais Freitas
Thais Freitas
Estudante de Nutrição na Universidade Anhembi Morumbi - 3º semestre. Afinidade por dieta e cozinha low carb e nutrição comportamental