Contratura de Dupuytren: Sintomas, causas e tratamento

23 de junho, 2022

A contratura de Dupuytren é uma doença caracterizada por uma alteração na palma da mão, que faz com que um dedo fique mais dobrado do que os outros. 

Também conhecida como síndrome de Dupuytren, a condição costuma afetar homens a partir dos 40 anos de idade. Além disso, em 50% dos casos, as duas mãos são afetadas. 

Apesar de benigna, a contratura de Dupuytren pode ser muito incômoda e atrapalhar a rotina da pessoa afetada, principalmente para quem trabalha utilizando as mãos. Afinal, a condição provoca dor e dificuldade para abrir completamente os dedos. 

Sintomas da contratura de Dupuytren 

Para identificar o problema, é essencial estar atento aos sinais. Portanto, confira os sintomas da doença:

  • Nódulos na palma da mão (com maior frequência no dedo anelar e mindinho);
  • Dificuldade em abrir os dedos.

Leia também: Melhores alongamentos para as mãos e pulsos

Causas

Embora as causas da contratura de Dupuytren sejam desconhecidas, entende-se que o fator genético tem grande influência no surgimento da doença. 

Assim, a doença também pode surgir em pessoas com condições como diabetes, alcoolismo ou epilepsia (efeito colateral do Gardenal). Além disso, a contratura de Dupuytren pode ser causada pelo movimento repetitivo de abrir e fechar as mãos. 

Diagnóstico e tratamento

O diagnóstico é feito por um clínico geral ou ortopedista. Normalmente, os especialistas confirmam a doença após examinar as mãos do paciente.

Dessa maneira, o tratamento pode ser feito através de medicações como anti-inflamatórios ou analgésicos. Além de injeções de corticosteróides no nódulo para diminuir a dor e sensibilidade.

A fisioterapia também é indicada para melhorar a qualidade de vida, trazendo alívio das dores. As sessões costumam ser feitas com recursos anti-inflamatórios, como laser ou ultra-som.

Em casos mais graves, onde o paciente não consegue abrir totalmente as mãos e os dedos ficam curvados, é indicado a cirurgia. 

Referência: Manual MSD

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em fitness, saúde mental e emocional.