5 hábitos saudáveis para enxaqueca

Saúde
15 de Maio, 2024
5 hábitos saudáveis para enxaqueca

A enxaqueca é uma doença crônica que causa um tipo de dor de cabeça latejante. A condição pode atrapalhar – e muito – a qualidade de vida de quem sofre com a doença. Atinge entre 10% a 20% da população e principalmente as mulheres, devido à oscilação hormonal¹. 

Além da dor de cabeça mais forte, principalmente de um só lado da cabeça, a enxaqueca também pode causar náuseas, vômitos, e a pessoa costuma ter aversão à claridade, barulho e esforço físico¹. Embora a doença não tenha cura, alguns hábitos ajudam a reduzir as crises de enxaqueca. Veja!

Leia mais: É dor de cabeça ou enxaqueca? Saiba como identificar e tratar

O que é a enxaqueca e quais são as causas?

A migrânea, conhecida popularmente como enxaqueca, afeta cerca de 30 milhões de brasileiros. É uma condição neurológica incapacitante, cujo sintoma principal é a cefaleia, e que costuma se manifestar na puberdade, com um pico de incidência aos 30-40 anos, afetando mais indivíduos do sexo feminino e tendendo a melhorar com a menopausa¹.

De acordo com a Dra. Jackeline Barbosa, vice-presidente da área médico-científica da Herbarium, indústria farmacêutica líder e referência em Fitoterapia no Brasil, dentre as principais causas e fatores associados à enxaqueca, estão a predisposição genética, fatores neuroquímicos e ambientais, que desempenham um papel significativo na vulnerabilidade à enxaqueca. Assim, quando um ou ambos os pais têm enxaqueca, haverá maior probabilidade de desenvolvê-la. 

Além disso, o Ministério da Saúde² cita outros fatores que podem causar enxaqueca. Veja alguns deles:

  • Preocupações excessivas, ansiedade, tensão, estresse, irritação e alterações de humor;
  • Ficar muito tempo sem comer, pois pode gerar uma queda na taxa de açúcar do sangue e provocar a produção de substâncias que causam dor;
  • Dormir mal;
  • Ciclo hormonal: as enxaquecas na mulher tendem a ser mais concentradas no período menstrual ou pré-menstrual. Irregularidades menstruais, endometriose, ovários policísticos e reposição hormonal, podem ser fatores que agravam as enxaquecas;
  • Excesso de bebidas cafeinadas.

Sintomas da enxaqueca

  • Náusea ou vômito;
  • Dor de cabeça unilateral de intensidade moderada ou forte
  • Sensibilidade à luz (a luz do sol ou as luzes da sala o incomodam);
  • Sensibilidade ao som;
  • Sensibilidade ao toque normal durante a enxaqueca (escovar os cabelos ou usar lentes de contato incomoda durante a enxaqueca);
  • Algumas pessoas vêem manchas ou cores, luzes onduladas, alterações incomuns da visão ou dormência ou formigamento nos dedos de uma mão, lábios, língua ou face inferior antes ou durante uma enxaqueca.³

A dor de cabeça da enxaqueca geralmente dura de 4-72 horas. 

5 hábitos saudáveis para a enxaqueca

Alguns gatilhos podem desencadear as crises de enxaqueca, como sobrecarga, estresse ou a privação de sono. Veja dicas para amenizar os sintomas!

1. Alimentação 

Chocolates, vinhos, cerveja e, principalmente a falta de alimentos, isto é, o jejum, podem desencadear enxaquecas nas pessoas4. Além disso, alguns alimentos específicos podem provocar essa condição quando consumidos em excesso, como frutas cítricas.

“Alimentos ricos em magnésio, como nozes, sementes de abóbora e girassol, além de legumes verdes, como espinafre e couve, e grãos integrais, podem ajudar a relaxar os vasos sanguíneos e reduzir a excitação nervosa, podendo ser benéficos para quem sofre de enxaquecas”, acrescenta. Dra. Jackeline Barbosa. Por isso, é importante consultar um médico para descobrir a melhor orientação..

2. Sono

Uma boa noite de sono não é apenas essencial para o bem-estar geral, mas também desempenha um papel crucial no controle das enxaquecas e outras dores de cabeça4.

3. Praticar atividade física

Ter uma rotina regular de atividade física contribui para uma melhor saúde física e mental. Porém, durante a crise de enxaqueca, é recomendado evitar exercícios intensos. De acordo com a  Sociedade Brasileira de Cefaleia5, praticar exercício aeróbio moderado e, menos comprovadamente, o exercício aeróbio vigoroso/intenso, 3 vezes semanalmente e 30 minutos cada sessão, têm mostrado resultados positivos na redução dos dias com enxaqueca ou duração das crises. Além disso, um estudo recente mostrou que a caminhada moderada foi eficaz na redução da enxaqueca e ansiedade5.

4. Faça uma pausa

Pratique técnicas de relaxamento, como meditação, atenção plena ou descansar em um quarto escuro. A prática do relaxamento ajuda a deixar os músculos mais relaxados. Além do mais, consegue estabilizar o fluxo sanguíneo, diminuindo-o na região dos vasos dilatados e aumentando a quantidade de sangue em
outras áreas necessitadas do cérebro6

Referências

  1. Ministério da Educação. Neurologista do HULW alerta população para prevenção de crises de enxaqueca. [internet] 2020 Janeiro. [Acesso 08Mar2024]. Disponível em: https://www.gov.br/ebserh/pt-br/hospitais-universitarios/regiao-nordeste/hulw-ufpb/comunicacao/noticias/neurologista-do-hulw-alerta-populacao-para-prevencao-de-crises-de-enxaqueca.
  2. Biblioteca Virtual em Saúde (Ministério da Saúde). Enxaqueca. [internet] 2014 Maio. [Acesso 08Mar2024]. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/enxaqueca/#:~:text=A%20enxaqueca%20%C3%A9%20uma%20doen%C3%A7a,nos%20dois%20lados%20da%20cabe%C3%A7a.
  3. Unicamp. Enxaqueca. [internet] Sem data. [Acesso 08Mar2024]. Disponível em: https://www.fcm.unicamp.br/adolescentes/aprenda/enxaqueca.
  4. Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais. Não alimente a sua enxaqueca. [internet] 2019 Agosto. [Acesso 08Mar2024]. Disponível em: https://www.medicina.ufmg.br/nao-alimente-a-sua-enxaqueca/.
  5. Sociedade Brasileira de Cefaleia. Exercício para Enxaqueca: Quanto, qual, quando e como? [internet] 2019 Março. [Acesso 08Mar2024]. Disponível em: https://sbcefaleia.com.br/noticias.php?id=426
  6. Centro Universitário Ingá. Tratamento da Enxaqueca [internet] 2019 Março. [Acesso 08Mar2024]. Disponível em: https://revista.uninga.br/uninga/article/download/709/357

Leia também:

corrida
Bem-estar Movimento Saúde

Como proteger garganta e ouvidos na corrida durante o inverno

É necessário tomar os devidos cuidados para proteger garganta e ouvidos durante a corrida no inverno. Saiba mais!

Mortes por AVC
Saúde

Mortes por AVC podem ser associadas às temperaturas extremas

Mais de meio milhão de pessoas tiveram AVC relacionados às temperaturas extremas – muito calor ou muito frio

leptospirose
Saúde

Leptospirose: o que é, causas, sintomas e como tratar

Transmitida pela urina de animais contaminados, a leptospirose pode causar complicações graves. Saiba mais