Sinais de que você está comendo muito carboidrato

Alimentação Bem-estar
08 de Dezembro, 2020
Sinais de que você está comendo muito carboidrato

Carboidrato é um dos três principais macronutrientes. Os carboidratos são a primeira opção que o organismo recorre para continuar trabalhando, porque são de rápida absorção. A outra função é que os carboidratos integram alguns tipos de células. No entanto, em excesso pode provocar efeitos como o aumento da glicemia e o acúmulo de gordura corporal. Por isso, o organismo encontra maneiras de demonstrar quando você está comendo muito carboidrato, por meio do envio de alguns sinais.

Será que você está comendo muito carboidrato? Simples x complexo

Carboidratos simples

Como o próprio nome sugere, são compostos por uma ou duas cadeias de sacarídeos (monosacarídeos e dissacarídeos). São os carboidratos de rápida absorção, responsáveis por aumentar rapidamente os níveis de glicose na corrente sanguínea. Justamente por essa função é que são recomendados para esportes de longa duração – ciclismo, corridanatação, por exemplo – porque vão garantir o fornecimento eficaz para não haver nenhum mal estar que exija a interrupção da atividade.

Eles são facilmente encontrados em alimentos industrializados, além de pães brancos, farinhas brancas e massas. É preciso ter cautela no seu consumo, sobretudo o de alimentos industrializados, porque além dos carboidratos, são acompanhados de outras substâncias nem um pouco saudáveis, como a gordura trans.

Mas há fontes melhores que podem fazer parte da dieta, desde que consumidas moderadamente. São o caso das frutas (que contêm a frutose em sua composição), alguns legumes, mel e açúcar, como o mascavo e o refinado (este último nem sempre é a melhor opção porque passa por diversos processos de refinamento, perdendo nutrientes). 

Carboidratos complexos

Ao contrário dos simples, são de baixo índice glicêmico, cuja glicose é liberada aos poucos no organismo. São, portanto, de lenta absorção e formados pela junção de diversos tipos de sacarídeos.

Estão presentes em alimentos integrais e grãos, tais como: massas e pães feitos com farinhas integrais, aveiaarroz integral, batata-doce e mandioca. 

São os preferidos na escolha dos nutricionistas, porque evitam picos de insulina e dessa forma conferem mais saciedade e produção de energia por mais tempo. Além disso, os alimentos do tipo integral passam por menos etapas de refinamento, e têm suas propriedades e nutrientes preservados, sendo mais recomendados para uma alimentação equilibrada.

Sinais de que você está comendo muito carboidrato

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda o consumo de 55% a 75% de carboidratos. Na prática, se você gasta 2 mil calorias por dia, deve consumir entre 275 g a 375 g de carboidratos. Veja sinais de que você está exagerando no consumo:

Ganho de peso

O primeiro e mais notável sinal decorrente do excesso de carboidrato é o ganho de peso indesejado. Isso acontece porque o corpo humano possui a capacidade de reservar glicogênio. O excesso, a parcela que não pode ser usada como reserva, é transformada em gordura corporal, o que explica o aumento dos números na balança.

Leia também: Cortar carboidratos emagrece?

Prisão de ventre pode ser sinal de muito carboidrato

A prisão de ventre, também chamada de constipação, é mais um sinal de que você pode estar comendo carboidrato demais, especialmente se sua escolha for o simples (geralmente pobre em fibras).

Indigestão

A indigestão é caracterizada pelo sensação de incômodo e desconforto na região do abdômen. Ela pode ser derivada da constipação causada pela alta ingestão de carboidrato ou decorrente do próprio consumo exagerado desse macronutriente, que pode causar cólicas, queimação, inchaço ou flatulência ou náuseas.

Cansaço

Apesar de ser a principal fonte de energia do corpo, se consumido em excesso o carboidrato pode ter o efeito reverso: causar cansaço – principalmente quando opta-se pelo consumo de carboidratos simples. A princípio, a refeição provocará uma sensação agradável ao corpo, no entanto, ela não durará muito.

Assim que o organismo digere uma refeição baseada em carboidratos simples, glicose é liberada na corrente sanguínea de forma rápida e abundante. A rapidez com que isso acontece também causará uma queda brusca de energia, o que explica a sensação de cansaço.

Leia também: Excesso de açúcar pode aumentar risco de Alzheimer, diz estudo

Aumento da vontade de açúcar

O carboidrato é, essencialmente, um açúcar. Por isso, quanto mais o comemos, mais o desejamos. Sendo assim, um sinal que você está exagerando é o aumento da vontade por doces e sobremesas.

Não só, o consumo do açúcar causa a liberação de dopamina pelo cérebro. A dopamina é um neurotransmissor associado ao prazer e, por isso, essa sensação pode ser realmente viciante.

Outros sinais comuns são:

  • Aparecimento de acne na pele
  • Aumento do colesterol
  • Sentir fome o tempo todo
  • Ocorrência de cáries dentárias
  • Mudanças de humor (maior risco de depressão)
  • Dificuldade de concentração

Sobre o autor

Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo

Leia também:

Mesa flexora e cadeira flexora
Bem-estar Movimento

Mesa flexora e cadeira flexora: quais as diferenças e qual é a melhor?

Quem pratica musculação em academias, provavelmente vai se deparar com dois exercícios muito comuns no “leg day”: mesa flexora e cadeira flexora. Além do nome parecido,

Endometriose e saúde mental
Bem-estar Equilíbrio Saúde

Endometriose e saúde mental: como cuidar de si mesma?

Desconfortos podem causar uma série de desafios emocionais, por isso é importante cuidar da saúde mental

escolher travesseiro
Bem-estar Saúde Sono

Saiba o que é importante na hora de escolher o melhor travesseiro

Aprenda a escolher o melhor produto para dormir melhor