Cuidados com a coluna ao praticar exercícios físicos

14 de outubro, 2021

Você costuma sentir dor nas costas? Saiba que isso é mais comum do que parece. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 80% da população já sentiu ou sentirá incômodos na região. Mas você sabia que os problemas na coluna podem ser amenizados com a prática de exercícios físicos?

De acordo com o Dr. Juliano Fratezi, ortopedista, as dores na coluna são classificadas da seguinte forma: cervicalgia (dor na região cervical); dorsalgia (dor na região torácica); lombalgia (dor na região lombar) ou sacralgia (dor na região sacral). Então, a lombalgia pode ser definida como dor localizada na região lombar, que é entre a última costela e início do glúteo.

Leia também: Yoga para a coluna: Benefícios e melhores posturas para aliviar dores nas costas

Quando falamos em exercícios físicos para quem tem dor na coluna, surgem muitas dúvidas. “O movimento e a prática de atividades são importantes para a reabilitação de pacientes com esse tipo de problema”, afirma o especialista.

Contudo, os exercícios devem ser guiados por profissionais qualificados de acordo com a gravidade da doença de cada um.

Além disso, nem todo movimento pode ser realizado por pessoas com patologias na coluna. “Os exercícios de impacto, como corrida de longa distância, Crossfit e artes marciais, devem ser acompanhados com cautela”, ressalta o Dr. Juliano.

Leia também: Excesso de peso é fator de risco para problemas na coluna

Dicas para cuidar da coluna enquanto pratica exercícios físicos

Antes de mais nada, para praticar exercícios físicos, é necessário estar atento à coluna. Portanto, veja dicas do Dr. Juliano:

  • Tente manter uma boa postura durante as atividades e durante o sono;
  • Para exercícios de levantamento de peso, primeiro aprenda os movimentos corretos antes de colocar cargas mais pesadas;
  • Tenha paciência ao aprender os movimentos para evitar lesões;
  • Uma boa musculatura pode prevenir lesões no futebol e nas corridas de rua — principalmente na população acima dos 30 anos de idade;
  • O Pilates é uma ótima opção. Pois nele, é trabalhado o fortalecimento dos músculos do abdômen, dos estabilizadores da coluna, dos glúteos e da coxa;
  • Busque acompanhamento de um médico e um fisioterapeuta.

Fonte: Dr. Juliano Fratezi Médico Ortopedista do Grupo Zero Dor. Curso Teórico-Prático de Neuromodulação Invasiva no Tratamento da Dor.

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Estagiária de Jornalismo