Cleptomania: A vontade incontrolável de furtar

Bem-estar Equilíbrio
09 de Outubro, 2020
Cleptomania: A vontade incontrolável de furtar

Você sabia que o desejo incontrolável de furtar determinados objetos de lojas, amigos ou até mesmo familiares, pode estar relacionado a cleptomania? A cleptomania refere-se a um transtorno psiquiátrico raro, onde o indivíduo possui dificuldade em resistir ao impulso de roubar objetos.

Leia também: Transtorno de Personalidade Histriônica: O que é e como tratar

Nessa doença, o cleptomaníaco tem um desejo irresistível de possuir algo que não o pertence, mesmo que é errado e que aquele objeto é desnecessário. Assim, para eles, o ato de furtar em si é mais importante, o prazer está no desafio e não em usufruir aquilo.

Dessa maneira, a cleptomania também é caracterizada como um transtorno de impulso e não tem cura. 

Sintomas

O transtorno pode ser difícil de se diagnosticar. Isso porque, geralmente, o furto é feito em segredo, pois há um grande sentimento de vergonha e constrangimento de quem o pratica.  

Além disso, a cleptomania costuma surgir no final da adolescência e início da vida adulta. Os sintomas podem incluir:

  • Acúmulo de objetos sem motivo aparente;
  • Incapacidade de resistir aos impulsos de furtar objetos desnecessários;
  • Prazer ou alívio ao cometer o furto;
  • forte tensão e ansiedade antes de furtar;
  • Isolamento de pessoas próximas, em razão da incapacidade de controlar o impulso;
  • Sensação de culpa, receio e medo após o ato.

Leia também: Transtorno Bipolar: O que é, sintomas e tratamento

Causas

Não há uma causa definida para a cleptomania. Contudo, o distúrbio pode estar relacionado a transtornos de humor e fatores ambientais, como histórico de alcoolismo na família.

Além disso, cleptomaníacos apresentam redução na produção de serotonina (hormônio do prazer), ao furtar, esse hormônio aumenta, o que pode causar o vício. 

Leia também: Transtorno Explosivo Intermitente: O que é e tratamento

Tratamento

O tratamento para a cleptomania consiste no uso de medicamentos para controlar os sintomas de ansiedade e depressão. A medicação deve ser prescrita por um psiquiatra, em um hospital especializado.

A psicoterapia também é uma ótima alternativa, pois o terapeuta irá ajudar o paciente a ter autoconhecimento para compreender quais fatores desencadeiam a doença. Com isso, é possível controlar os sintomas.

Sobre o autor

Julia Moraes
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em fitness, saúde mental e emocional.

Leia também:

poke é saudável
Alimentação Bem-estar

Poke é saudável? Veja dicas na hora de consumir

Veja dicas de alimentos que não vão interferir no seu objetivo, seja emagrecer ou ganhar massa magra

mulher se consultando com um médico
Bem-estar Saúde

Preparação para a bariátrica vai além dos exames e envolve mudanças de vida

Antes de entrar no centro cirúrgico, o candidato à cirurgia bariátrica percorre um caminho de preparação que promete mais do que a perda de peso: uma

tempo em frente às telas
Alimentação Bem-estar Equilíbrio Saúde

Maior tempo em frente às telas está associado à piora da dieta de adolescentes

Pesquisa brasileira avaliou dados de 1,2 mil adolescentes e constatou que a maioria gasta mais de 2 horas de tempo em frente as telas