Transtorno de Personalidade Histriônica: O que é e como tratar

Bem-estar Equilíbrio
08 de Junho, 2020
Transtorno de Personalidade Histriônica: O que é e como tratar

O transtorno de personalidade histriônica (TPH) é caracterizado pela busca constante da atenção. Normalmente, essas pessoas se sentem deprimidas quando não são o centro das atenções e possuem uma imagem mental distorcida de si mesmos.

Os transtornos de personalidade estão relacionados com a autoidentidade e o funcionamento interpessoal, ou seja, como eles agem e reagem diante de outras pessoas.

Segundo a psicóloga Myriam Albers, pessoas com esse transtorno costumam basear sua autoestima na aprovação dos outros. Além disso, apresentam autoestima inapropriada, podem ter dificuldade em entender os limites entre elas e os outros e ter comportamentos abusivos, causando problemas emocionais nas pessoas ao seu redor, como cônjuges e filhos. 

Sintomas

  • Busca pela satisfação imediata do prazer;
  • Ficar frustrado facilmente;
  • Desconforto quando não é o centro das atenções;
  • Utilização da aparência física para chamar a atenção;
  • Facilmente influenciado pelas tendências do mundo;
  • Comportamento dramático.

Causas

Embora as causas exatas do transtorno de personalidade histriônica sejam desconhecidas, alguns cientistas acreditam que possa ser resultado de fatores ambientais e genéticos. No entanto, a condição geralmente se apresenta na fase adulta.

Relação com o narcisismo

Por se tratar de uma condição na qual o indivíduo busca ser o centro das atenções, muitos podem relacionar o TPH com o narcisismo. Entretanto, não são a mesma coisa.

Leia também: Transtorno Bipolar: O que é, sintomas e tratamento

“Os histriônicos sempre querem ser o centro das atenções e são muito sedutores, querem impressionar os outros com sua aparência e demonstram grande preocupação com esse comportamento. Enquanto os narcisistas acham que são superiores. Essa superestimação de seu próprio valor e realização precisam ser admirados, sua autoestima depende da consideração positiva dos outros e é, portanto, geralmente muito frágil” explica a psicóloga.

Tratamento 

O tratamento deve ser buscado quando o indivíduo percebe que a condição está afetando negativamente alguma área de sua vida.

Dito isso, o tratamento irá ajudar a reduzir o sofrimento subjetivo e ajudar o paciente a entender que seus problemas são de origem interna.

A psicoterapia tem como objetivo identificar problemas interpessoais à medida que eles surgem na vida do paciente, fornecendo treinamento de habilidades sociais para desenvolver novas maneiras para a resolução dos conflitos.

Fonte: Myriam Albers, psicóloga da Clínica Maia 

Leia também: Borderline: O que é, quais são os sintomas e tratamentos

Sobre o autor

Julia Moraes
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em fitness, saúde mental e emocional.

Leia também:

Chá de erva baleeira
Alimentação Bem-estar Saúde

Chá de erva baleeira emagrece? Veja benefícios e como fazer

A erva é eficaz em tratamentos de reumatismo, gota, dores musculares e até úlceras; saiba mais

mulher fazendo o exercício stiff unilateral na academia
Bem-estar Movimento

Stiff unilateral é melhor que o tradicional?

Será que vale a pena trocar o stiff convencional por sua variação unilateral? Descubra a resposta e veja como fazer corretamente para evitar lesões