Chá de Mulungu: Conheça os benefícios da bebida

28 de fevereiro, 2020

O chá de mulungu não é dos mais conhecidos, mas suas propriedades certamente chamam a atenção. A planta medicinal mulungu possui outros nomes: canivete, bico-de-papagaio e corticeira. Assim, seus múltiplos nomes não são sua única característica notável, pois seus benefícios para a saúde merecem ainda mais destaque.

Leia também: 5 motivos para tomar chá todos os dias

Propriedades do chá de mulungu

O chá é mais conhecido por suas propriedades calmantes, que são excelentes aliadas para tratamentos de problemas psicológicos. Sendo assim, a erva é usada no combate ao estresse, insônia e ansiedade e aos sintomas da depressão. Ela estimula a liberação de hormônios que levam ao relaxamento e sensação de bem-estar, ou seja, acalmando os nervos. De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), 18,6 milhões de pessoas no Brasil viviam com ansiedade em 2015, o que coloca o país entre os primeiros nesse tipo de diagnóstico.

Da mesma forma, os nutrientes presentes no chá ajudam a fortalecer o sistema imunológico, o que impede o desenvolvimento de infecções, estimulando o corpo para que ele combata radicais livres e elimine impurezas. 

Leia também: Como uma dieta saudável pode reduzir a depressão

Benefícios do chá de mulungu

Além de sua potente ação calmante, outros benefícios conhecidos do chá são: 

  • Protege a saúde do fígado;
  • Ação diurética – previne a retenção de líquido;
  • Combate a tosse;
  • Ajuda na regulação da pressão arterial;
  • Forte ação anti-inflamatória.

Leia mais: 6 chás que ajudam a dormir melhor

Como consumir o chá

Por fim, o chá pode facilmente ser feito em casa, visto que o preparo consiste em apenas duas partes: ferver a água e, então, adicionar a casca de mulungu. 

Cuidados no consumo

Ainda, recomenda-se que o chá não seja consumido mais do que 3 vezes ao dia, visto que sua ação calmante pode afetar diretamente na execução de atividades do dia a dia, ou seja, causando uma sensação de “preguiça” ou relaxamento extremo. 

Leia também: Chá detox para ajudar a emagrecer pós-Carnaval

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo