Celidônia: Benefícios e como usar a planta medicinal

22 de outubro, 2020

A celidônia é uma planta nativa da Europa que possui propriedades medicinais que podem beneficiar especialmente a saúde da pele e do estômago. Também chamada de erva-das-verrugas e erva-dos-calos, ela tem flores amarelas e folhas de cor verde clara.

Todas as partes da celidônia podem ser usadas e o chá é seu uso mais popular. A bebida também ajuda a aliviar os sintomas de problemas gastrointestinais e auxilia em seu tratamento.

Benefícios da celidônia

Pele saudável

A princípio, a celidônia é mais conhecida por seus benefícios associados à saúde e à aparência da pele. Mais especificamente, suas folhas podem ajudar na eliminação de verrugas e cravos, saliências que podem se tornar espinhas.

Celidônia ajuda na digestão

Problemas digestivos podem provocar sintomas como a constipação (prisão de ventre), náusea, falta de apetite, flatulência, bem como dores abdominais. Por isso, eliminar essas sensações é importante para o bem-estar. Nesse sentido, a planta pode ajudar, principalmente quando preparada na forma de chá.

Leia também: Agripalma: Conheça os benefícios da planta medicinal

Efeito detox

Não só, o chá promove efeito diurético, o que ajuda na desintoxicação do organismo. Portanto, com a maior produção e eliminação de urina, mais toxinas são eliminadas. Em resumo, beneficia os rins, prevenindo problemas como o cálculo renal e o cálculo biliar, e o fígado, reduzindo o risco de doenças hepáticas.

Fortalece a imunidade

Ainda, a planta é antifúngica e antimicrobiana, portanto, previne que doenças causadas tanto por fungos quanto por micróbios afetem o organismo. Sendo assim, a imunidade é fortalecida. Suas propriedades antifúngicas e antimicrobianas foram objeto de um estudo desenvolvido na Universidade dos Açores, em Portugal.

Como consumir a celidônia

  • Chá
  • Cataplasma (sobre a pele)
  • Junto ao vinho
  • Comprimidos ou cápsulas

Contraindicações e cuidados no consumo da celidônia

A princípio, a planta não é contraindicada e não implica riscos à saúde se consumida corretamente e com acompanhamento médico.

Entretanto, ela não deve ser consumida fresca devido à sua toxicidade. Como efeito colateral de sua ingestão quando fresca, pode impactar o sistema nervoso.

folha de celidônia
Folha de celidônia

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo