Capuchinha: O que é, propriedades e benefícios

Alimentação Bem-estar
03 de Julho, 2020
Capuchinha: O que é, propriedades e benefícios

A capuchinha é uma planta medicinal também conhecida como chagas, mastruço e capuchinho. Suas propriedades podem ajudar no tratamento de infecções urinárias, doenças na pele e escorbuto (causada pela deficiência de vitamina C na dieta).

Ela é considerada uma PANC, sigla para planta alimentícia não convencional, e pode ser planta em casa facilmente. Ela é naturalmente antibiótica, desinfetante, digestiva, diurética e mais.

Benefícios de consumir a capuchinha

Protege a saúde da pele

Suas propriedades evitam que inflamações prejudiquem o corpo e, em especial, mantém doenças longes da pele. Por isso, a capuchinha previne e trata acne e outras dermatoses, como eczema.

Fortalece a imunidade

Ela é anti-inflamatória, pois conta com grande quantidade de vitamina C (ácido ascórbico) em suas folhas. Por isso, a capuchinha ajuda a fortalecer a ação protetora da imunidade, além de prevenir o escorbuto, uma rara doença aguda ou crônica que causa fraqueza e cansaço.

Leia também: Alimentos com mais vitamina C que a laranja

Combate infecções urinárias

Além de prevenir resfriados e outros problemas que podem afetar o corpo devido à baixa imunidade, a capuchinha ajuda a tratar infecções urinárias. A cistite, por exemplo, é a infecção urinária na bexiga, geralmente causada por bactérias. Assim, a planta ajuda a reverter esse quadro. Mas, no caso de distúrbios renais, ela é contra-indicada.

Leia também: Suco de cranberry ajuda a combater infecção urinária?

Alivia os sintomas de problemas respiratórios

Também ajuda a aliviar tosse, bronquite, sinusite, bem como a gripe, resfriados e demais problemas respiratórios. Nesses casos, o chá feito a partir de suas folhas é a opção mais recomendada.

Cuidados no consumo de capuchinha

O consumo dessa planta não é recomendado em casos de úlceras gástricas (pode causar ainda mais irritação), distúrbios renais e não deve ser consumida por crianças pequenas ou mulheres grávidas ou em fase de lactação. Também é contra-indicada em caso de hipotireoidismo, insuficiência cardíaca e gastrite.

Ainda, suas folhas não devem ser consumidas secas, mas sim frescas, pois quando ressecadas suas propriedades perdem a eficácia.

Como consumir a capuchinha

  • Saladas (seu sabor é semelhante ao do agrião)
  • Infusões
  • Chá e sucos
  • Uso cosmético – loção para cabelo

Leia mais: Taioba: Conheça as propriedades e benefícios da PANC

Sobre o autor

Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo

Leia também:

mulher fazendo exercício na cadeira flexora da academia
Bem-estar Movimento

Como fazer cadeira flexora, um dos melhores exercícios para posterior de coxa

Exercício é uma ótima opção para quem busca fortalecer e hipertrofiar a região posterior das coxas (parte detrás das pernas)

Inchaço ou gordura
Alimentação Bem-estar Saúde

Inchaço ou gordura: como diferenciar?

A maneira mais fácil de descobrir é notar a rapidez com que eles ocorrem, além da localização no corpo. Entenda

dieta do ovo
Alimentação Bem-estar

Dieta do ovo 3 dias: cardápio do desafio do ovo

Já ouviu falar na dieta do ovo 3 dias? No desafio do ovo podemos consumir ovo em forma de omelete, mexido, cozido ou frito. Veja o