Câncer de pâncreas: entenda a doença que Lúcia Alves tem

Saúde
24 de Agosto, 2022
Câncer de pâncreas: entenda a doença que Lúcia Alves tem

A atriz Lúcia Alves está internada no Hospital São Lucas, no Rio de Janeiro, por conta de um câncer de pâncreas, um tipo de tumor raro, que geralmente atinge homens, mas também mulheres, principalmente acima dos 60 anos. Além disso, no Brasil, esse tipo de câncer é responsável por apenas 2% dos casos de câncer. Contudo, como se desenvolve rápido e de forma silenciosa, muitas vezes o diagnóstico vem em estágios avançados.

Entenda o câncer de pâncreas

Um dos tipos mais comuns de tumores de pâncreas é o adenocarcinoma, que corresponde a 90% dos casos. Por ser de difícil detecção, o câncer de pâncreas muitas vezes é diagnosticado em estágios avançados. Além disso, também possui, em geral, uma evolução bem rápida do quadro. Por isso, o diagnóstico precoce é sempre o melhor caminho.

Leia mais: Afinal, o que é câncer?

Causas

As causas ainda não são bem definidas, mas sabe-se que o cigarro surge como principal fator de risco. Quem é fumante tem três vezes mais chances de desenvolver câncer de pâncreas. Além disso, pessoas que sofrem de pancreatite crônica ou que possuem diabetes, bem como histórico familiar de câncer também tem mais chances de ter a doença. Outros fatores de risco incluem: pessoas que retiraram a vesícula biliar ou foram submetidas a cirurgias de úlcera no estômago ou duodeno.

Sintomas

A doença costuma se desenvolver de forma silenciosa, sem sintomas. Contudo, conforme avança pode manifestar alguns sintomas, entre eles:

  • Perda de apetite e peso
  • Fraqueza
  • Diarreia
  • Tontura
  • Dor nas costas
  • Icterícia (amarelamento de mucosas)
  • Aumento da glicose, por conta da perda de função da produção de insulina

Diagnóstico do câncer de pâncreas

Entre os principais exames que podem fazer o diagnóstico da doença são:

  • Exame de sangue
  • Fezes
  • Urina
  • Ultrassonografia do abdômen
  • Tomografia
  • Ressonância magnética

Mas a confirmação do quadro é feita através de biópsia do órgão.

Tratamentos

Se diagnosticado em estágio inicial, há chances de cura. Na maioria dos casos, o mais indicado é a ressecção, ou seja, retirada do tumor. Além disso, o médico pode indicar a radioterapia e quimioterapia para diminuir o tamanho do tumor e alívio dos sintomas. Contudo, o tratamento dependerá do estágio da doença, do tipo e das condições do paciente.

Como prevenir

Em geral, as recomendações são as mesmas para a maioria dos tipos de tumores e doenças: tenha bons hábitos de vida. Além disso, quem faz parte do grupo de risco deve procurar o médico para realizar exames periódicos. Outras recomendações são:

  • Não fumar
  • Evitar consumo exagerado de bebida alcoólica
  • Dieta balanceada

Referência: Ministério da Saúde e HIAE

Foto: divulgação

Sobre o autor

Beatriz Libonati
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em diabetes e obesidade.

Leia também:

mulher se consultando com um médico
Bem-estar Saúde

Preparação para a bariátrica vai além dos exames e envolve mudanças de vida

Antes de entrar no centro cirúrgico, o candidato à cirurgia bariátrica percorre um caminho de preparação que promete mais do que a perda de peso: uma

tempo em frente às telas
Alimentação Bem-estar Equilíbrio Saúde

Maior tempo em frente às telas está associado à piora da dieta de adolescentes

Pesquisa brasileira avaliou dados de 1,2 mil adolescentes e constatou que a maioria gasta mais de 2 horas de tempo em frente as telas

corredor abaixado segurando a perna aparentemente com dor
Bem-estar Movimento Saúde

Será que eu estou com canelite? Médico destaca principais sinais

A condição é uma das principais preocupações entre os corredores. Ortopedista explica como identificar os sintomas característicos da canelite