Dieta saudável e produtos manipulados para emagrecer

31 de maio, 2021

Um estudo realizado pela Nielsen Holding, empresa que trabalha com consumo, mostrou que os brasileiros são os que mais usam emagrecedores na América Latina — cerca de 12% da população. Por outro lado, a mesma pesquisa mostrou que essa é apenas uma das diversas alternativas buscadas por aqueles que querem perder peso: combinar alimentação saudável com produtos manipulados também pode ser muito bom para emagrecer!

Por que escolher medicamentos manipulados?

Os medicamentos manipulados para emagrecimento são diferentes dos industrializados. Isso porque eles podem ser preparados diretamente na farmácia, em quantidades específicas para atender às necessidades de cada pessoa. Além disso, os medicamentos são manipulados em uma dosagem feita especialmente para o paciente, ou seja, menos desperdício e mais economia. Afinal, você só vai pagar pelo que realmente usar.

Os medicamentos manipulados são desenvolvidos a partir de fórmulas padronizadas e reconhecidas pela Anvisa. Ou então com a prescrição de um profissional.

Quer entender melhor por que alimentos saudáveis e produtos manipulados fazem uma ótima dupla? Essa união acelera o metabolismo, o que reflete diretamente na perda de peso.

O que é uma alimentação saudável?

Sempre ouvimos falar na tal alimentação saudável, mas como defini-la? Basicamente, esse tipo de alimentação tem como característica uma dieta balanceada e equilibrada, com macro e micronutrientes essenciais para o bom funcionamento do organismo.

Resumindo, se você come de forma variada, equilibrada e moderada, já podemos considerar que sua alimentação é feita corretamente, sempre levando em consideração a qualidade dos alimentos.

Leia também: 9 fatos sobre a alimentação que muita gente não sabe

Qual medicamento manipulado é bom para emagrecer?

Atualmente, os medicamentos para emagrecer disponíveis no Brasil agem no organismo de três formas diferentes: aumentando a saciedade, não absorvendo a gordura ou inibindo o apetite.

É importante salientar que cada tipo de medicamento manipulado para emagrecer apresenta um efeito colateral:

  • Os inibidores do apetite Anfepramona, Mazindol e Femproporex, por exemplo, podem causar taquicardia, insônia, depressão e ansiedade;
  • Já os medicamentos que aumentam a saciedade, como Sibutramina, podem gerar tontura, prisão de ventre, taquicardia, enjoo e até depressão;
  • Por fim, os inibidores de gorduras, como o Xenical, podem provocar diarreia e anemia.

Em meio a tantos efeitos colaterais, é importante ficar atento e nunca ingerir esses medicamentos sem o acompanhamento de um profissional da área. É o médico quem vai decidir se o indivíduo deve, além da dieta, tomar algum medicamento. No site Manipulaê, você encontra mais informações a respeito do assunto:

Alimentos saudáveis e produtos manipulados: Combinação perfeita!