Ambliopia: o que é, sintomas e tratamento da doença

Saúde
14 de Abril, 2022
Ambliopia: o que é, sintomas e tratamento da doença

Na infância, quando a saúde ocular ainda está se formando, muitas crianças podem apresentar um desenvolvimento tardio de um dos olhos. Esse problema recebe o nome de ambliopia, que é também popularmente chamado de “olho preguiçoso”.

Por isso, é importante para os pais entenderem desde cedo do que se trata essa condição. Para, assim, evitar que a visão dos filhos seja afetada no resto da vida. E por meio de sinais que a própria criança apresenta, é possível identificar essas mudanças oculares.

Causas

O problema de saúde é mais comum na infância, e sua origem costuma ser genética, quando há algum tipo de atraso na formação da visão durante essa fase da vida. Porém, ela é capaz de surgir por conta de outras duas condições que afetam os olhos.

Assim, a primeira é o estrabismo, ou desalinhamento de olhos. Já a segunda é a diferença de graus entre um olho e outro. Quando uma criança possui três graus de miopia ou astigmatismo em um dos olhos e nada em outro, essa refração faz com que o foco seja em apenas um lado. Ou seja, o que favorece o surgimento da ambliopia.

Em casos mais raros, geralmente em momentos em que a doença pode acometer os adultos, as causas também podem incluir a presença de glaucoma (a pressão do olho) e cataratas.

Sintomas e diagnóstico de ambliopia

Tanto o estrabismo quanto a variação de graus podem não só deixar o olho desalinhado e sem foco. Além disso, também levarem ao outro sintoma da ambliopia: a diminuição e/ou perda de visão.

Por consequência dessa dificuldade para enxergar, a criança passa a forçar a vista do olho bom. Isso pode causar outras consequências como enxaquecas e desconfortos. 

Assim, devido a esses sintomas, os pais precisam encaminhar assim que possível os seus filhos para um tratamento oftalmológico. Pois, apenas o oftalmologista conseguirá identificar por meio de exames clínicos se há alguma alteração nos olhos, o grau de cada um e se há refração no foco.

Leia também: Glaucoma: conheça as causas, tratamentos e prevenção

Tratamento para ambliopia

Para tratar a ambliopia, é necessária uma correção do estrabismo ou do grau do olho afetado com o uso de um tampão no “olho bom”, que seja capaz de forçar a vista do outro olho, para que ele tenha um desenvolvimento mais adequado. 

Ainda podem ser indicados o uso de óculos ou lentes de contato para auxiliar na questão do grau e colírios para uma higienização nesse processo. Em casos em que há a presença de glaucoma e catarata, podem ser sugeridos procedimentos cirúrgicos e mudanças nos hábitos alimentares.

Por fim, vale ressaltar ainda que não existe uma prevenção para o surgimento da ambliopia por conta da questão genética, mas é importante fazer consultas periódicas ao oftalmologista para saber se está tudo certo com a saúde ocular

Fonte: Dr. Caio Regatieri, oftalmologista da Unidade Paulista de Oftalmologia (UPO) e do HCLOE

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

dores nos glúteos e problemas na coluna
Saúde

Dores nos glúteos sinalizam problemas na coluna, diz especialista

Pesquisa aponta problemas na coluna como uma das principais causas de afastamento do trabalho

benefícios da banana
Alimentação Bem-estar Saúde

10 benefícios da banana que provavelmente você não conhece (mais receitas)

A banana é amiga do intestino, além de ser eficiente na prevenção de cãibras. Veja outros benefícios da fruta!

perda muscular
Bem-estar Movimento Saúde

Perda muscular compromete a recuperação do paciente  

A sarcopenia, a perda de massa muscular e da força, aumenta o risco de complicações em diversos quadros