Alimentação no verão: o que comer e o que evitar no calor?

Alimentação Bem-estar
11 de Dezembro, 2023
Alimentação no verão: o que comer e o que evitar no calor?

Tem feito um calorão em boa parte do país, mesmo fora de época. Contudo, às vésperas do verão 2024, a estimativa do InMet – Instituto Nacional de Meteorologia é que o fenômeno climático El Niño permaneça elevando as temperaturas acima da média. Nesse sentido, é extremamente importante estar de olho na alimentação, sobretudo nesses dias, evitando mal-estar.

“O calor causado pela estação provoca mal-estar e desidratação. Cuidar da saúde é de extrema importância para curtir o verão sem passar sufoco, cuidando sempre da hidratação e evitando certos alimentos”, destaca a nutricionista Juliana Vieira.

Leia mais: Sucos refrescantes que ajudam a emagrecer no verão

Alimentação no verão: o que priorizar? 

Veja quais alimentos devemos inserir no cardápio alimentar nos dias muito quentes, de acordo com a nutricionista!

As frutas da estação

As frutas são boas opções para compor uma dieta balanceada para o verão. Entre as que você encontrará com mais facilidade estão: melão, melancia, abacaxi, laranja, manga, caju, pera e uva. Quem quer aproveitar a alimentação para garantir aquele bronzeado, deve abusar das opções ricas em licopeno e betacaroteno, como cenoura, abóbora, melancia e tomate.

Saladas

Elas trazem alívio térmico, justamente por serem mais fáceis de serem digeridas pelo corpo. Por isso, aposte em folhas verdes como couve, alface, espinafre, rúcula e repolho. Mas atenção: elas também podem ser fontes de bactérias, caso não tenham sido lavadas e higienizadas corretamente.

Peixes e frutos do mar

Os peixes e frutos do mar devem ser consumidos pelo menos duas vezes por semana. Eles se destacam não só pelo sabor, como também pelos nutrientes e principalmente pelo baixo teor de gordura.

Alimentação no verão: outras opções 

Fibras

Verduras, leguminosas, fibras, cereais e grãos, são alimentos preciosos no verão. Devido a presença de fibras, eles auxiliam na digestão e contribuem para a saúde intestinal. Além disso, as fibras ajudam a prolongar a sensação de saciedade, já que são digeridas mais lentamente, e também ajudam o organismo a formar o bolo fecal, garantindo a frequência das evacuações.

Água

No calor, ficamos mais suscetíveis à desidratação, caracterizada por uma baixa disponibilidade de água no organismo. Essa condição acontece quando perdemos eletrólitos através do suor, levando à sede excessiva, fadiga e mal-estar. Por isso, lembre-se de beber, no mínimo, 2 litros de água por dia. Além disso, invista em bebidas como sucos naturais, chás gelados e água de coco.

Alimentação no verão: o que evitar?

Comida pesadas

Carnes gordas, feijoada, queijos gordurosos, molhos à base de creme de leite ou maionese, por exemplo, são contraindicados no verão. Isso porque esses alimentos exigem mais do organismo no momento da digestão. Pode, então, causar mal-estar, indigestão, estufamento e azia.

Frituras

Evite alimentos fritos, como batatas fritas. Eles também podem causar doenças cardiovasculares e aumento na pressão arterial. Além disso, no calor, esses alimentos podem causar sensação de estufamento, mal-estar e até dores de cabeça.

Álcool

As bebidas alcoólicas interferem na hidratação do organismo e no funcionamento dos rins, impedindo assim que as toxinas deixem o organismo. Ou seja, ingerir bebida alcoólica aumenta o risco de desidratação, em especial no calor.

Sal

Evite, ao máximo, as comidas muito salgadas e ricas em sódio. Por exemplo, peixes em conserva, temperos prontos, embutidos e carnes processadas, molho shoyu e salgadinhos. Vale lembrar que o excesso de sal causa retenção de líquidos e inchaço.

Sobremesas pesadas

Por fim, troque esses tipos de sobremesas por gelatina, picolés e smoothies de frutas. Isso porque eles refrescam o corpo de forma bem mais saudável. “Com a alimentação certa e um corpo bem hidratado, com certeza o seu verão terá outro sabor”, finaliza a nutricionista.

Fonte: Juliana Vieira, nutricionista. 

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

Remada baixa
Bem-estar Movimento

Remada baixa: para que serve e como fazer?

Comum em treinamento de força, o exercício fortalece os músculos das costas, como o dorso e trapézio

elevação pélvica
Bem-estar Movimento

Elevação pélvica: como fazer, benefícios e substituições

A elevação de quadril, também chamada de hip thrust ou elevação pélvica, é o ótima para trabalhar glúteos e pernas

chá de canela
Alimentação Bem-estar

Chá de canela: para que serve, benefícios e como preparar

A bebida é uma ótima opção para esquentar o corpo — muitos afirmam, ainda, que ela emagrece. Saiba tudo sobre o chá de canela