Saiba como deve ser a alimentação de crianças acima do peso

Alimentação Bem-estar Saúde
03 de Fevereiro, 2022
Saiba como deve ser a alimentação de crianças acima do peso

O número cada vez mais alto de pessoas com obesidade levou a Organização Mundial de Saúde (OMS) a classificar a obesidade como pandemia mundial do século XXI. E as estatísticas mostram que a doença não atinge somente adultos, sendo comum também na infância. A previsão do órgão, inclusive, é de que 75 milhões de pequenos nessa faixa etária tenham obesidade em 2025. Por isso, é muito importante aprender a cuidar da alimentação de crianças acima do peso. 

Isso porque a dieta é fundamental em todas as etapas da vida, sendo ainda mais relevante nos primeiros anos, considerados decisivos para o crescimento e desenvolvimento de qualquer indivíduo. Nessa fase, são garantidos nutrientes essenciais para o organismo e formados os hábitos alimentares que vão impactar o organismo até as idades mais avançadas.

Leia mais: Obesidade infantil: Causas, riscos e como prevenir o problema

O papel da alimentação de crianças acima do peso

A nutróloga Marcella Garcez, mestre em Ciências da Saúde, diretora da Associação Brasileira de Nutrologia e membro da Sociedade Brasileira de Medicina Estética, explica que, para alcançar o bem-estar na vida adulta e ficar longe de efeitos negativos à saúde, a rotina saudável deve ter início logo na primeira infância. 

“A manutenção do peso saudável é importante, pois crianças acima ou muito abaixo do peso têm mais chances de se tornarem adultos com alterações metabólicas”, argumenta. Como consequência, aumenta o risco de desenvolver patologias que podem se estender por toda a vida, como diabetes, disfunções ortopédicas, doenças cardiovasculares e metabólicas e também distúrbios psicológicos e sociais, por exemplo.

Leia mais: As vitaminas mais importantes para as crianças

Como identificar o sobrepeso na infância

A médica lembra que crianças e adolescentes estão em fase de crescimento e, por isso, os critérios para determinar o peso adequado variam conforme a faixa etária. Dessa forma, o crescimento e o ganho de peso de menores de 2 anos devem ser acompanhados a partir de indicadores por idade. 

Já a partir dos 2 anos usa-se o Índice de Massa Corporal (IMC) para fazer o cálculo. “Esse é o indicador mais importante quando o assunto é sobrepeso e obesidade, porque vai apontar como a criança está de acordo com a estatura que ela tem (baixo peso, peso adequado, sobrepeso, obesidade)”, detalha. Além disso, existem tabelas específicas para avaliar o IMC, mas elas devem ser preenchidas e avaliadas individualmente.

Quanto à estratégia para ajudar as crianças a perderem peso, Marcella diz que deve ser multifacetada e direcionada à toda a família e ao contexto educacional e social em que vive. “É necessário apoiar hábitos alimentares saudáveis, incluindo a redução no consumo de alimentos e bebidas ricos em calorias e com poucos nutrientes. Além disso, hábitos como beliscar constantemente, especialmente após a escola e o jantar, devem ser desencorajados e os pais devem ser incentivados a planejar refeições regulares para toda a família.”

Ademais, aumentar o nível de atividades físicas é um fator crítico para crianças acima do peso. Nesse sentido, são indicados, no  mínimo, 20 a 60 minutos diários de exercícios vigorosos, pelo menos cinco dias por semana. Manter uma rotina saudável de sono também é primordial, bem como observar quaisquer impactos psicológicos que, muitas vezes, acompanham a obesidade.

Leia mais: Crianças que consomem alimentos ultraprocessados se tornam adultos com obesidade

Dicas para a alimentação de crianças acima do peso

Para auxiliar a criança a parar de engordar ou emagrecer, a nutróloga afirma que elas devem consumir, sobretudo, alimentos saudáveis, como frutas, vegetais e laticínios. Tudo isso contribui para a saciedade e, como resultado, leva à perda de peso. 

Ela também elenca algumas orientações que devem integrar a rotina de todos na família e não apenas da criança, “pois ela engorda por equívocos de comportamento coletivo”. Veja as recomendações a seguir:

  • Evitar comprar e oferecer alimentos hipercalóricos, como biscoitos, refrigerantes, bolos, doces, salgadinhos, fast food e sorvetes, por exemplo.
  • Priorizar o consumo de proteínas magras e vegetais.
  • Consumir pelo menos três porções de fruta e duas de vegetais ao dia. 
  • Procurar oferecer todas as refeições – café da manhã, lanche da manhã e da tarde, almoço e jantar.
  • Dar preferência a cereais integrais, como pães, macarrão e arroz integrais, aveia em flocos ou farelo.
  • Preparar os alimentos no vapor, cozidos, assados e grelhados, evitando frituras de imersão e alimentos com grande quantidade de molhos gordurosos.
  • Aproveitar a infância para adotar o hábito de tomar água de forma abundante ao longo do dia. 
  • Evitar colocar sal e açúcar à mesa.
  • Fugir de distrações durante a refeição, como televisão, celular, tablet ou computador.
  • Manter o mesmo hábito alimentar para toda a família. 

Leia mais: Como montar uma lancheira saudável para as crianças

Sugestão de cardápio para crianças acima do peso 

Confira o cardápio que Marcella indica para ajudar crianças de 6 a 12 anos a perderem peso:

  • Café da manhã: 1 copo de leite sem açúcar + 1 ovo mexido + 1 banana amassada com aveia.
  • Lanche da manhã: 1 maçã + 1 iogurte natural.
  • Almoço: 1 prato de sobremesa de salada de folhas e vegetais + 1 porção de carne magra ensopada com legumes refogados + 1 concha de feijão + 3 colheres de sopa de arroz integral.
  • Lanche da tarde: 1 pires de morangos (até 10 unidades) + 1 iogurte ou leite fermentado sem açúcar.
  • Jantar: 1 prato de sobremesa de vegetais refogados + 1 filé de carne branca + 2 colheres de sopa de macarrão integral com molho de tomate caseiro.

Leia mais: Saiba como diminuir o colesterol em crianças

Fonte: Dra. Marcella Garcez, nutróloga e mestre em Ciências da Saúde, diretora da Associação Brasileira de Nutrologia e membro da Sociedade Brasileira de Medicina Estética.

Descubra seu peso ideal. É grátis! Saiba se seu peso atual e sua meta de peso são saudáveis com Tecnonutri.
cm Ex. 163 kg Ex. 78,6

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

imunidade feminina
Saúde

Imunidade feminina: quais são as vitaminas essenciais?

Vitamina C, D e do complexo B são algumas das opções

mulher madura comendo uma maçã ao ar livre. Ela está de óculos de sol e tem uma toalha apoiada nos ombros
Alimentação Bem-estar

Dieta ideal para menopausa: o que (e quanto) consumir?

Artigo publicado na revista Nature mostra quais itens consumir (e quais evitar) em uma dieta para aliviar os incômodos da menopausa

Em quanto tempo o ômega-3 faz efeito?
Alimentação Bem-estar Saúde

Em quanto tempo o ômega-3 faz efeito?

O ômega 3 é considerado um nutriente essencial para uma dieta saudável e balanceada