Adenoide: o que é, como tratar e quando retirar?

6 de julho, 2022

A adenoide, conhecida como “carne esponjosa”, é o aumento das tonsilas faríngeas, uma espécie de amígdala que fica em uma região no fundo do nariz.

De acordo com o médico Vinicius Ribas Fonseca, ela faz parte dos tecidos que ajudam na defesa do organismo. Eles, portanto, têm a função de filtros, evitando que vírus e agentes alérgicos e respiratórios entrem no corpo.

“De tanto tentar lutar contra os alérgenos considerados intrusos, elas podem aumentar de tamanho.”

Leia também: Afinal, o que é amidalite e como saber que tenho a doença?

Sintomas da adenoide

Os principais sintomas são obstrução do nariz, corrimento de secreção no nariz, febre, roncos e obstrução das vias aéreas. A tosse também é um sinal de alerta, especialmente nas crianças.

De acordo com a médica Cláudia Schweiger, o problema tem o pico de crescimento entre os 2 e 4 anos de idade, por isso acontece muito mais com as crianças do que com os adultos.

Leia também: Apneia do sono em crianças: saiba o que é e como identificar

Além disso, tanto ele quanto a rinite alérgica são doenças comuns e que acontecem com frequência nos pequenos, por isso podem ter os sintomas bem parecidos.

“A obstrução causada pela adenoide pode fazer com que a criança precise respirar pela boca, que pode causar a apneia do sono, com a redução da oxigenação enquanto ela dorme. Esse problema, portanto, pode impactar em seu desenvolvimento, a deixando muitas vezes hiperativa, irritada, com dificuldades de concentração, sono diurno e voz anasalada.”

Leia também: Respirar pela boca: conheça as causas, riscos e como tratar

Quando é necessário fazer cirurgia de adenoide?

Para a médica, fazer a cirurgia para tirar a adenoide só é indicado quando a carne chega a um tamanho que começa a causar os sintomas indicados anteriormente, além de otites constantes e até mesmo a perda da audição.

“Como a adenoide fica no fundo do nariz, na entrada do local responsável pela comunicação com o ouvido, seu aumento pode causar o acúmulo de líquido dentro do ouvido, levando a problemas como otites e até mesmo perda da audição.”

Leia também: Apneia em crianças pode aumentar a pressão arterial e fazer mal para o coração

Como evitar a adenoide

De acordo com a médica, não há como prevenir seu aumento, mas é possível tratar a rinite alérgica, que pode levar ao crescimento da adenoide.

“Se a adenoide tem relação com a rinite – o que é muito comum -, dá para tratar com os sprays de corticoide para aliviar os sintomas. Contudo, se a criança já tiver a rinite alérgica, mesmo que a carne esponjosa esteja muito grande, é preciso tratar primeiro este problema antes de partir para a cirurgia.”

Leia também: Como funciona a vacina para rinite alérgica e quem pode tomar?

Fatores genéticos

Ainda há dúvidas sobre a relação entre os fatores genéticos e o aumento da carne esponjosa.

“Existem pesquisas sobre o tema, mas a mensagem principal é que, hoje, para tomadas de decisões clínicas frente a um aumento da adenoide, esta questão não interfere em nada nas práticas médicas”, diz a médica.

Fontes: Vinicius Ribas Fonseca, otorrinolaringologista do Hospital Otorrinos Curitiba; Cláudia Schweiger, presidente da Academia Brasileira de Otorrino Pediátrica (ABOPe).

Referência: Academia Brasileira de Otorrino Pediátrica.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.