Açúcar natural x açúcar adicionado: o corpo percebe a diferença?

26 de agosto, 2019

Não é segredo que a nossa dieta está cheia de açúcar adicionado, e isso não está favorecendo nosso organismo. Seu consumo está ligado a altas taxas de ganho de peso e obesidade, diabetes tipo 2, problemas cardíacos e outras doenças crônicas.

Muitos alimentos contêm açúcar natural, o que é geralmente suficiente para assegurar que o corpo tenha combustível para funcionar normalmente. Quando dizemos “açúcar natural”, estamos nos referindo ao açúcar que ocorre naturalmente em frutas, vegetais, laticínios e outros alimentos. O preocupante é ingerir muito açúcar adicionado, que é acrescentado aos alimentos durante o processo de fabricação – que vão desde produtos de panificação e bebidas adoçadas até barras de cereal, proteína e suco de frutas.

Muitos tipos de açúcar, como açúcar de arroz e néctar de agave, são tecnicamente naturais, mas são extraídos e apresentados em concentrações muito altas e depois adicionados a alimentos, nos quais são muito fáceis de digerir e absorver. Nesses casos, eles agem como açúcar adicionado porque foram processados ​​e refinados e estão fora de seu contexto natural. 

Leia também: Açúcar x Sal: O que é pior para o corpo?

E não é que as pessoas simplesmente escolhem comer montes de açúcar o tempo todo: uma vez que três de cada quatro itens nas prateleiras dos supermercados contêm adição de açúcar, é realmente muito difícil ficar longe dele.

Também, muitos ainda não têm um entendimento claro se os açúcares naturais em frutas, vegetais e alguns outros alimentos são realmente diferentes ou melhores para nós do que os açúcares adicionados durante o processamento. Vamos esclarecer um pouco da confusão.

Açúcar natural é melhor que açúcar adicionado? 

Segundo os especialistas, a resposta é um retumbante sim. “Se comermos uma beterraba ou uma maçã, também estaremos comendo todos os outros nutrientes englobados nesse alimento, incluindo água, gorduras e proteínas. Quando tiramos o açúcar do contexto, esse açúcar é desprovido de todas as propriedades que melhoram a saúde do alimento original de onde ele provém, perdendo todas as suas propriedades nutritivas, exceto a doçura e as calorias”, explica Dana Hunnes, nutricionista e professora do departamento de ciências da saúde da comunidade na UCLA, nos Estados Unidos. 

Leia também: Afinal, mel é melhor que açúcar?

Açúcar natural em frutas e vegetais nunca existe em uma concentração tão alta quanto os açúcares adicionados, e ele sempre é acompanhados por componentes saudáveis ​​como fibras, o que retarda a absorção de açúcares naturais no sangue. Enquanto isso, o açúcar adicionado é desprovido de nutrientes, é mais concentrado e atinge nossa corrente sanguínea muito mais rapidamente.

Leia também: Refrigerante zero/light/diet engorda?

Mesmo que frutas e vegetais sejam saudáveis, deveríamos estar mais atentos ao seu teor de açúcar?

Pessoas ativas e saudáveis, sem problemas de glicose no sangue, podem ingerir vegetais e frutas diariamente sem se preocupar com o teor de açúcar – contanto que a quantidade seja controlada a cinco ou seis porções de frutas e hortaliças. 

Só porque frutas e vegetais são saudáveis, não significa que o mesmo se aplica aos sucos. A principal razão pela qual a bebida não é tão saudável é que a fibra é removida ao criar suco, eliminando simultaneamente os benefícios de proteção da fibra, como a regulação do açúcar no sangue. Você também precisa estar ciente dos açúcares adicionados, pois muitas garrafas de suco, mesmo chamados naturais, contém açúcar adicionado. 

E quanto a frutas secas?

Especialistas dizem que a fruta seca é uma opção melhor do que muitos outros alimentos açucarados porque contém fibras e outros nutrientes saudáveis, mas o processamento de frutas secas remove seu teor de água, fazendo com que o produto final proporcione menos saciedade do que a  fruta in natura. Pense nisso – é muito mais provável que você coma 10 damascos secos de uma só vez do que 10 damascos frescos. 

Leia também: O que é gordura trans e porque você deve evitá-la

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.