Estudo descobre que viajar pode trazer benefícios para o sono

7 de março, 2022

Aeroporto cheio, quartos de hotéis lotados e filas de pessoas para conhecer pontos famosos. Esse é o cenário das férias e dos feriados prolongados em cidades turísticas. O recesso do trabalho e da escola faz com que as famílias se planejem para viajar e explorar novos lugares. Nessa época do ano, muitas pessoas imaginam que não terão boas noites de sono, já que estarão fora de casa e, com isso, a rotina ficará desregulada. Entretanto, um estudo publicado no Nature Human Behaviour descobriu que, na verdade, viajar pode fazer bem para a qualidade do sono — desde que não haja diferença no fuso horário.

Pesquisadores dos Estados Unidos e da Dinamarca se reuniram para investigar a qualidade do sono em indivíduos que realizam viagens curtas e sem diferença de fuso horário. Eles lançaram mão de dispositivos de rastreamento de sono da última geração para coletar dados de 20.000 viajantes (de 121 países).

Dessa forma, os condutores do estudo puderam analisar os padrões de sono dos participantes enquanto eles passavam por diferentes locais. Por fim, chegou-se à conclusão de que viajar ajudou os indivíduos a equilibrarem a quantidade de horas de sono.

Aqueles que dormiam menos de 7,5 horas por noite quando estavam em casa acabaram dormindo mais durante as viagens. Por outro lado, os participantes que costumavam dormir mais de 7,5 horas passaram a dormir menos nesse período fora de casa.

Quanto devo dormir?

De acordo com as recomendações da Associação Brasileira do Sono, adultos devem dormir, em média, sete a oito horas por noite (número que varia conforme a faixa etária). Por isso, é importante buscar organizar a rotina e seguir a orientação, seja dentro de casa ou durante uma viagem, mas sempre ouvindo o próprio corpo e respeitando suas necessidades particulares.

Dormir pouco pode trazer diversos problemas. Ter menos de 6 horas de sono, por exemplo, não é indicado, e acarreta uma série de malefícios mentais e físicos. Além da indisposição e da dificuldade para se concentrar, dormir menos do que se deve pode causar problemas gastrointestinais e aumentar as chances de desenvolver doenças cardiovasculares e derrames.

Além disso, é preciso que o sono seja regulado, saudável e contínuo. Isto é, não é possível compensar noites mal dormidas com um fim de semana debaixo das cobertas. É preciso priorizar as horas de sono todos os dias.

Por outro lado, dormir tempo demais também não faz bem para o organismo. Tal hábito pode significar, na verdade, um sintoma de alguma disfunção do seu corpo. A depressão, por exemplo, causa uma sonolência intensa em algumas pessoas. 

Além disso, dormir muito (acima de 9h por noite com frequência) pode trazer prejuízos à memória e dificuldades de atenção e de concentração. Por isso, caso suas horas de sono sejam exageradas, é importante buscar um profissional da área.

Leia também: Síndrome do sono insuficiente: conheça as causas e como tratar

Viajar faz bem: Dicas para dormir melhor durante as férias

Se você tem a possibilidade de escolher um hotel bem avaliado, principalmente no quesito conforto, essa é uma dica importante para ter melhores noites de sono. A cama e os travesseiros influenciam bastante em como você irá dormir. Além disso, um clima agradável, nem muito quente, ou frio, também precisa ser levado em consideração.

O planejamento é a chave de qualquer viagem. Imprevistos acontecem, mas surpresas em excesso podem aumentar o nível de estresse na hora dos passeios. Assim, o sono também é afetado de maneira negativa, e o que era para ser divertido, se torna um pesadelo. Por isso, melhor se programar, não é mesmo? 

Fazer diversas atividades durante o dia e se exercitar também ajuda a criar uma sensação de cansaço ao final do dia. Dessa forma, será mais fácil pegar no sono. Caso você tenha oportunidade, invista em uma massagem relaxante ou em algumas horinhas no spa. Estar relaxado ajuda a ter uma noite de sono tranquila e saudável. 

Outra opção é realizar meditações antes de dormir. Poucos minutos podem fazer a diferença e te ajudam a usufruir de uma boa noite de sono.