Dormir pouco na meia-idade aumenta risco de demência

Bem-estar Sono
17 de Maio, 2021
Dormir pouco na meia-idade aumenta risco de demência

Ter um sono de qualidade é essencial para a nossa saúde, pois restaura os tecidos, organiza a memória, fortalece o sistema imunológico, entre outros benefícios. Por outro lado, dormir pouco aumenta as chances de desenvolvermos doenças, incluindo a demência.

A demência consiste no declínio geral de habilidades mentais como a memória, a linguagem e o raciocínio. Assim, a doença interfere nas atividades diárias e nos relacionamentos.

Leia também: Tamanho da cintura pode prever risco de demência, diz estudo

O que dizem os estudos sobre dormir pouco

De acordo com um estudo publicado na revista Nature Communications, pessoas de 50 a 60 anos que não dormem o suficiente têm maior probabilidade de desenvolver demência quando forem mais velhas.

Para chegar à conclusão, os pesquisadores analisaram dados de um estudo feito pela Universidade College London, na Inglaterra. 

Cerca de 8.000 pessoas começaram a ser acompanhadas a partir dos 50 anos de idade (em média). Assim, durante 25 anos, elas relataram seus padrões de sono e compartilharam outras informações sobre suas saúdes.

Os resultados mostraram que os participantes que relataram dormir até seis horas por noite tinham um risco 30% maior de desenvolverem demência — em comparação com as pessoas que dormiam sete horas por noite. 

Segundo os autores, a associação permaneceu mesmo após serem considerados outros fatores de risco. Como condições cardíacas, metabólicas e problemas de saúde mental.

O sono é extremamente importante para eliminar resíduos tóxicos do cérebro. Uma das hipóteses para explicar a associação entre a falta de sono e o aumento do risco da doença é que ao dormir pouco, esse processo fica prejudicado.

“Essas descobertas sugerem que a duração do sono pode ser um fator de risco para demência na vida adulta. Não posso dizer que a duração do sono seja uma causa da demência, mas pode contribuir para o seu desenvolvimento” explica Séverine Sabia, uma das autoras do estudo.

Sintomas de demência

Saiba quais são os principais sintomas da demência:

  • Perda gradual e progressiva da memória 
  • Dificuldade para se comunicar
  • Alucinações
  • Alterações na personalidade
  • Paranoia
  • Agitação
  • Dificuldades com funções de coordenação, ou motoras

Sobre o autor

Julia Moraes
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em fitness, saúde mental e emocional.

Leia também:

foto de um prato colorido com legumes, salada e grãos
Alimentação Bem-estar Receitas

Encontrar receitas vegetarianas é difícil para você? Veja 20 opções!

Aqui na Vitat, você consegue encontrar inúmeras opções de receitas vegetarianas para variar o seu cardápio. Separamos algumas, confira!

5 benefícios da banana
Alimentação Bem-estar

5 benefícios da banana para os atletas

Liberação gradual de energia e recuperação muscular são alguns dos benefícios. Veja outros!