Varizes na gravidez: Sintomas, tratamento e como evitar

Gravidez e maternidade Saúde
21 de Setembro, 2021
Varizes na gravidez: Sintomas, tratamento e como evitar

Talvez não exista uma situação que transforme completamente o corpo e a mente de uma mulher como a gravidez. Algumas mudanças são mágicas, como ver a barriga crescendo e o bebê se mexendo a cada mês. Mas, outras podem ser desconfortáveis. As varizes e os vasinhos são típicos dessa metamorfose, e ocorrem por causa do aumento de peso, da circulação sanguínea mais intensa e da pressão uterina sobre o sistema linfático. Nesse último caso, o peso do bebê sobrecarrega a circulação, surgindo os vasinhos ou varizes na gravidez. 

O que são varizes e vasinhos?

Os vasinhos são aquelas linhas fininhas e arroxeadas ou azuis que aparecem em algumas partes do corpo, sobretudo nas pernas. Eles são inofensivos e incomodam mais pela questão estética. Contudo, são o primeiro estágio de evolução para as varizes, que podem ser aparentes ou não, mas são dolorosas, causam sensação de peso e cansaço nas pernas e queimação. Assim, ambos têm como causa primária a circulação, que fica naturalmente comprometida durante a gravidez. São mais comuns na reta final da gravidez, no último trimestre, quando o bebê ganha mais peso e o inchaço corporal torna-se mais evidente e desconfortável. Mas, se a mamãe possui predisposição genética, o problema pode aparecer antes desse período. 

Leia também: Descolamento da placenta: Entenda o que é e quais os riscos

Como tratar as varizes na gravidez?

Assim que notar os sintomas ou perceber as varizes aparentes, procure um médico pré-natalista para avaliar a situação. Contudo, existem tratamentos que podem ser feitos durante a gestação. Mas, só um profissional é capaz de avaliar a melhor providência. No dia a dia, você pode tomar algumas atitudes para amenizar os desconfortos. Confira:

  • Beba muita água. É uma regra para a vida toda, certo? Quando se está grávida, a água precisa fazer parte da sua rotina. Assim, a hidratação mantém o corpo funcionando em equilíbrio, elimina toxinas e ajuda a circulação. 
  • Evite ficar de pé ou sentada por muito tempo. Pois, o movimento durante o dia e a atividade física são aliados da boa circulação. No caso do exercício, invista um tempinho todos os dias para se sentir mais disposta. 
  • Evite cruzar as pernas. O hábito “prende” a circulação e agrava os sintomas desconfortáveis. 
  • Utilize sapatos confortáveis. De preferência, com uma numeração maior, para que os pés fiquem acomodados caso inchem. 
  • Fique de pernas para o ar (literalmente). Ou seja, ao se deitar, coloque um travesseiro ou apoio que deixe as pernas mais altas em relação ao corpo. Tente também ficar deitada com as pernas estendidas e encostadas na parede. Alguns minutos relaxada nessa posição farão a diferença.
  • Utilize meias elásticas, de compressão, no decorrer do dia. 
  • Evite consumir alimentos com alto teor de sódio, que colaboram para o inchaço. Por exemplo: alimentos ultraprocessados, temperos industrializados e alimentos fritos são um prato cheio para o inchaço.
  • Invista em sessões de massagem: drenagens leves auxiliam na eliminação de líquidos e toxinas e causam relaxamento e bem-estar.

Fonte: Leopoldo Cruz Vieira,  ginecologista e obstetra da coordenação da maternidade do hospital HSANP em São Paulo/SP.

Leia também: Veja os melhores suplementos para a mulher que vai amamentar

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

assaduras nas coxas
Saúde

Assaduras entre as pernas no verão: como evitar e tratar

Hidratar a região após o banho e apostar em roupas de tecidos leves são algumas das dicas para evitar as assaduras entre as pernas

mesa com diferentes pratos na praia
Saúde

Sol e praia favorecem casos de diarreia aguda; como evitar

Medidas simples, como a higienização das mãos e a escolha cuidadosa dos alimentos a serem consumidos, são essenciais para garantir tranquilidade durante as férias

homem fazendo exames oculares com uma oftalmologista
Saúde

Moscas volantes: pontos pretos na visão são preocupantes?

As moscas volantes nada mais são do que aqueles pontinhos, manchas ou filamentos escuros que aparecem na visão. Confira as causas!