Vacina dTpa: para que serve e qual a importância para a mãe e o bebê?

Gravidez e maternidade Saúde
14 de Abril, 2022
Vacina dTpa: para que serve e qual a importância para a mãe e o bebê?

A vacina dTpa é uma grande aliada das mães e dos bebês, pois uma única dose funciona como escudo para três doenças graves: difteria, tétano e coqueluche. 

Essa vacina está prevista no Calendário de Vacinação das Gestantes. Dessa forma, é tomada entre a 21ª e a 36ª semana de idade gestacional, principalmente entre a 27ª semana e a 32ª semana. Isso porque estudos indicam que nesse período há, sobretudo, uma melhor passagem de anticorpos via transplacentária, de acordo com a Dra. Vanessa Infante, infectologista do Hospital Santa Catarina. 

Leia mais em: Vacina do HPV: quem pode tomar e outras dúvidas sobre o vírus

Objetivo da vacina dTpa

A vacina dTpa nas grávidas tem como objetivo reduzir a probabilidade da coqueluche, especialmente em crianças entre 0 a 2 anos de idade. Assim, quando as mamães se vacinam, não ocorre a transmissão vertical, ou seja, a doença não é passada para a criança. 

Assim, a imunidade será passiva (da mãe para o feto), isto é, quando o filho nasce, ele terá anticorpos suficientes até o momento de receber a dose do imunizante, ao completar dois meses de vida. 

Para tomar a vacina, a gestante não precisa de prescrição médica. Além disso, a vacina é gratuita. Dessa forma, ela deve procurar unidades de saúde próximas à sua casa, sem esquecer da Caderneta da Gestante.

Reações adversas 

  • Rubor e calor;
  • Dor;
  • Febre baixa;
  • Inchaço no local; 
  • Ocasionalmente, um nódulo é formado.  

Contraindicações da vacina

  • Mulheres diagnosticadas com encefalopatia de etiologia desconhecida sete dias após a aplicação de vacina que contém pertússis;
  • Pacientes que apresentaram trombocitopenia transitória ou complicações neurológicas após tomarem doses contra difteria e/ou tétano;
  • Mulheres que tomaram as vacinas contra difteria, tétano ou coqueluche e apresentaram alergia grave a qualquer componente da fórmula ou hipersensibilidade grave. 

Vacinação para gestantes 

As gestantes têm direito a quatro vacinas, que são oferecidas pelo Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de Imunizações:

  • DTpa (difteria, tétano e coqueluche); 
  • DT (difteria e tétano); 
  • Hepatite B
  • Gripe

Existe diferença entre a vacina dTpw e dTpa?

Por fim, a Dra. Vanessa Infante explica que existem diferenças entre as duas vacinas. “Em relação a eventos adversos, como febre alta e síndrome hiporresponsiva, a vacina acelular possui uma frequência menor, em contrapartida a resposta imune é menor”, destaca. 

Fonte: Dra. Vanessa Infante, Infectologista do Hospital Santa Catarina – Paulista.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

mulher se consultando com um médico
Bem-estar Saúde

Preparação para a bariátrica vai além dos exames e envolve mudanças de vida

Antes de entrar no centro cirúrgico, o candidato à cirurgia bariátrica percorre um caminho de preparação que promete mais do que a perda de peso: uma

tempo em frente às telas
Alimentação Bem-estar Equilíbrio Saúde

Maior tempo em frente às telas está associado à piora da dieta de adolescentes

Pesquisa brasileira avaliou dados de 1,2 mil adolescentes e constatou que a maioria gasta mais de 2 horas de tempo em frente as telas

bebê pode comer camarão
Alimentação Bem-estar Gravidez e maternidade

Bebê pode comer camarão? Pediatra explica

Crianças podem ser introduzidos a frutos do mar a partir dos 6 meses de idade, segundo a SBP