Terapia de aceitação e compromisso: O que é e benefícios

17 de março, 2020

A terapia de aceitação e compromisso é uma forma de psicoterapia cognitiva e comportamental que ajuda os indivíduos a lidarem com os desafios da vida, bem como ansiedade, depressão e outros problemas de saúde mental. Tendo como pilar o mindfulness.

Desenvolvida no fim da década de 1980 pelo psicólogo americano Steven Hayes, a terapia de aceitação e compromisso não é uma nova ou recente tecnologia, embora se trate de uma terapia de terceira geração.

O papel do terapeuta é usar uma modalidade de intervenção (terapia) para que a pessoa deixe de lutar contra suas próprias emoções (aceitação), tendo um compromisso com seus valores.

Assim, através da tentativa de aceitação, pode-se aprender a parar de negar, lutar ou criticar as próprias dificuldades, podendo desenvolver novos pensamentos positivos.

Leia também: Terapia vibracional: O que é e quais os benefícios

A terapia de aceitação se concentra em três áreas principais:

  • Aceitação: Aceitar suas reações às situações e estar presente no momento;
  • Compromisso: Comprometer-se a parar de lutar contra suas emoções e identificar seus valores e objetivos pessoais;
  • Ação: Praticar um comportamento mais confiante e otimista, alinhado com seus valores e objetivos pessoais.

Como funciona uma sessão

Na primeira sessão, o terapeuta irá perguntar sobre seu histórico e como você está se sentindo ultimamente. Em seguida ele irá trabalhar na identificação das áreas problemáticas para que você possa decidir quais áreas gostaria de lidar. 

Portanto, você vai aprender a saber quando surgem hábitos negativos na vida e como lidar com eles. Geralmente os especialistas pedem para os pacientes escreverem um diário para identificar a forma como reagem a determinadas situações. 

A terapia de aceitação e compromisso tem o objetivo fornecer conhecimento para melhorar a qualidade de vida das pessoas. Então, uma vez que a terapia tenha terminado, você será capaz de praticar o que aprendeu.

Leia também: Como usar mindfulness para tomar decisões

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em fitness, saúde mental e emocional.