Movimento slow living: O que é e benefícios

16 de janeiro, 2020

Você se lembra quando foi a última vez que cozinhou com calma ou que saiu para trabalhar sem pressa? Hoje em dia vivemos em uma corrida contra o relógio, por isso o movimento slow living foi pensado e ganha cada vez mais espaço.

O movimento slow living (traduzindo, viver lentamente) consiste não só na tranquilidade, tempo de descanso, para o trabalho e para a família, mas também em como ter tempo para nós mesmos. Também, tem o objetivo de criar um estilo de viver com mais equilíbrio, paz e direcionado a um modo de consumo sustentável.

Sendo assim, é sobre criar oportunidades para se desconectar, desacelerar e estar mais presente. Implica em redefinir sua relação com o celular, tablet, ou outros meios digitais, e criar mais espaço em sua vida se afastando das telas. 

Outra característica do slow living é deixar de lado o medo de perder. É importante pensar que todos erram e, em vez de tentar aperfeiçoar tudo que faz, reserve um tempo para refletir sobre o que realmente é importante.

Leia também: Como treinar a mente para manter o pensamento positivo

Diante disso, o movimento slow living pode ser uma ótima opção para você que está cansado de uma rotina apressada e ocupada. Isso porque transformar cada momento da vida em uma corrida pode ser prejudicial à saúde mental, emocional e física.

O que pode ajudar a entrar na onda do slow living

  • Pratique o autoconhecimento;
  • Leia um livro;
  • Foque em sua calma interior;
  • Caminhe sem pressa;
  • Seja colaborativo;
  • Faça uma coisa de cada vez;
  • Ria de si mesmo;
  • Preste atenção no consumo exagerado;

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em fitness, saúde mental e emocional.