Rita Lee morre de câncer de pulmão aos 75 anos

Saúde
09 de Maio, 2023
Rita Lee morre de câncer de pulmão aos 75 anos

A cantora Rita Lee, de 75 anos, morreu nesta terça-feira (9) após uma longa batalha contra um câncer de pulmão. Ela foi diagnosticada com a doença em 2021 e vinha fazendo tratamentos de quimioterapia e radioterapia.

Rita descobriu o câncer no pulmão esquerdo em maio de 2021 ainda em estágio inicial. Desde então, realizava sessões de imunoterapia e radioterapia contra o tumor maligno. A família da cantora divulgou um comunicado nas redes sociais: “Comunicamos o falecimento de Rita Lee, em sua residência, em São Paulo, capital, no final da noite de ontem, cercada de todo o amor de sua família, como sempre desejou”.

 
 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Rita Lee Jones (@ritalee_oficial)

Câncer no pulmão

O câncer de pulmão é o segundo tipo de câncer mais comum em homens e mulheres no Brasil, sendo responsável por mais de 30 mil mortes por ano. Já no mundo, figura em primeiro lugar tanto em incidência quanto em mortalidade desde 1985.

Desse modo, a principal causa do câncer de pulmão é o tabagismo: em média, 90% dos casos. Por isso, fumar ou se expor passivamente ao tabaco são fatores de risco para o desenvolvimento da doença. Mas outros fatores como exposição à poluição do ar, infecções pulmonares de repetição, genética e idade avançada também podem contribuir.

Logo após o diagnóstico, a definição do tipo de tratamento dependerá da localização do tumor no pulmão ou se já se espalhou para outros órgãos, além do seu estágio. Para os pacientes cujo câncer está apenas no pulmão, por exemplo, o tratamento é cirúrgico, seguido ou não de quimioterapia e/ou radioterapia.

Câncer de pulmão de Rita Lee: sintomas

O câncer de Rita foi identificado em um exame de rotina, em estágio inicial. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), cerca de 85% dos casos diagnosticados estão relacionados ao consumo de derivados de tabaco. Os sintomas só costumam aparecer nos casos mais avançados, mas alguns pacientes podem apresentar sinais do câncer nos primeiros estágios do tumor. Os mais comuns são:

  • Tosse persistente (nos fumantes, o ritmo habitual é alterado, e aparecem crises em horários incomuns);
  • Escarro com sangue;
  • Dores no tórax (pioram ao tossir ou ao respirar fundo);
  • Rouquidão;
  • Piora da falta de ar;
  • Perda de peso e de apetite;
  • Pneumonia recorrente ou bronquite;
  • Fadiga, bem como sensação de cansaço e fraqueza.

Rita Lee e a remissão do câncer

Recentemente, após 11 meses de tratamento, os exames confirmaram o desaparecimento do câncer em Rita Lee. Apesar da conquista, a cantora evitou comemorar a cura devido ao risco da doença retornar e da necessidade de acompanhamento médico contínuo. 

Rita Lee teve, então, uma remissão do câncer após a finalização do tratamento, isto é, nenhuma célula do tumor foi detectada pelos exames. No entanto, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o paciente é considerado totalmente curado somente após o marco de 5 anos sem evidências do tumor. Após esse período, o risco de recidiva cai consideravelmente.

Como prevenir o câncer de pulmão?

As três principais maneiras de prevenir o câncer de pulmão são:

  • Não fumar.
  • Evitar o tabagismo passivo.
  • Evitar a exposição a agentes químicos (isto é, arsênico, asbesto, berílio, cromo, radônio, urânio, níquel, cádmio, cloreto de vinila e éter de clorometil), presentes em determinados ambientes de trabalho.

Referências: Hospital A. C. Camargo.

Sobre o autor

Fernanda Lima
Jornalista e Subeditora da Vitat. Especialista em saúde

Leia também:

dores nos glúteos e problemas na coluna
Saúde

Dores nos glúteos sinalizam problemas na coluna, diz especialista

Pesquisa aponta problemas na coluna como uma das principais causas de afastamento do trabalho

benefícios da banana
Alimentação Bem-estar Saúde

10 benefícios da banana que provavelmente você não conhece (mais receitas)

A banana é amiga do intestino, além de ser eficiente na prevenção de cãibras. Veja outros benefícios da fruta!

perda muscular
Bem-estar Movimento Saúde

Perda muscular compromete a recuperação do paciente  

A sarcopenia, a perda de massa muscular e da força, aumenta o risco de complicações em diversos quadros