Queiloplastia para aumentar os lábios é contraindicada por médicos

Beleza Bem-estar
14 de Outubro, 2022
Queiloplastia para aumentar os lábios é contraindicada por médicos

A queiloplastia é nome dado à cirurgia feita para corrigir os lábios de pessoas com deformidades, em especial com a fissura palatina – popularmente chamada de lábio leporino.

Com o aumento na busca por procedimentos estéticos, contudo, a técnica também acabou se tornando uma opção para quem quer de aumentar, diminuir ou reconstruir o formato de sua boca.

De acordo com cirurgiã plástica Patricia Marques, a operação feita com o objetivo de modificar as estruturas labiais é, além de contraindicada, bastante arriscada. Saiba mais sobre o tema a seguir!

Leia também: Cuidados com os lábios devem ser feitos todos os dias; veja quais são

O que é e como funciona a queiloplastia?

Thamy Motoki, cirurgiã plástica, explica que a queiloplastia é a cirurgia de correção dos lábios, indicada para tratar assimetrias ou corrigir imperfeições como as causadas por fissuras labiais ou labiopalatinas.

Ela costuma ser realizada com anestesia local, podendo ser feita tanto em consultório quanto em ambiente hospitalar, e dura, em média, duas horas, a depender do caso e do objetivo da pessoa.

Leia também: Orelha de abano: saiba como é feita a cirurgia para corrigir a condição

“O pós-operatório, no geral, não costuma ser doloroso. O inchaço dos lábios tende a reverter em poucos dias e o uso de compressas geladas pode ajudar. Já os pontos são retirados depois de cerca de uma semana”, diz Thamy.

Por fim, a cirurgia não deve ser feita por paciente com:

  • Doenças sistêmicas descompensadas: diabetes, hipertensão, lupus, etc;
  • Doenças dermatológicas: psoriase, dermatites, etc;
  • Anemia;
  • Desnutrição;
  • Qualquer condição que impeça a cicatrização adequada.
Divulgação/Shutterstock

Leia também: Cirurgia plástica: afinal, tem idade mínima para fazer?

Queiloplastia para aumentar os lábios: por que não fazer?

Patricia explica que raramente o aumento de lábio é feito através de cirurgia pois, com o avanço do mercado da estética, hoje é possível apostar nos preenchimentos para conquistar uma boca mais volumosa e delineada. Além disso, eles ainda são pouco invasivos e reversíveis caso o resultado não agrade o paciente.

Leia também: Tirar o preenchimento labial: afinal, como isso é feito?

Como é possível ver na imagem abaixo, a queiloplastia para aumentar a boca consiste em fazer o corte sobre a linha dos próprios lábios.

Pós-operatório da cirurgia para aumentar os lábios / Reprodução/Instagram

Quando o objetivo é aumentá-los, ambos são posicionados na direção externa, para cobrir parte da pele. Já no caso de diminuir o tamanho, é necessário eliminar parte da mucosa da face interna da boca.

“Além de todos os riscos de uma cirurgia, como infecção, sangramento e abertura de pontos, nessa operação para aumentar a boca ainda há o perigo de ter uma disfunção da falar e de se alimentar, uma vez que as estruturas são posicionadas fora de sua anatomia natural”, alerta a médica.

“O objetivo da cirurgia plástica é sempre preservar a função e respeitar a anatomia”, complementa.

Leia também: Veja 9 mitos e verdades sobre o preenchimento labial

Já de acordo com Thamy, há ainda outros perigos em relação ao procedimento, pois a incisão é feita em uma região bem vascularizada e, com isso, muito delicada.

Ela lista mais alguns riscos possíveis :

  • Comprometimento de vasos que nutrem o lábio e parte do nariz (artéria labial superior e artéria columelar);
  • Risco estético de um posicionamento inadequado da cicatriz: “Ela pode ficar muito à vista, já que o corte é feito perto de uma área de transição do vermelhão do lábio com a pele”;
  • Retrações da cicatriz, que podem deformar a anatomia do lábio.

Leia também: Afinal, o que é e como é feita a plástica na gengiva?

Cirurgia para aumentar os lábios: Queiloplastia x Lipliftin

Segundo Thamy, hoje já existe uma cirurgia feita justamente para aumentar o volume dos lábios: a lipliftin. Essa, portanto, seria a melhor opção para quem quer mudar o formato da boca em um procedimento cirúrgico .

“Normalmente, o liplift tem a cicatriz pequena e que fica na base do nariz, escondida nas próprias curvas da região. Assim, os resultados costumam ser ótimos e a cicatriz fica bem discreta”, ela explica.

Além disso, a cirurgiã afirma que, por se tratar de uma técnica já descrita na literatura, ou seja, já validada e feita há um bom tempo, ela ficou cada vez mais conhecida e bem feita.

“Como consequência, nas mãos de profissionais experientes, os riscos dessa cirurgia são muito baixos.”

Fontes: Dra Patricia Marques, cirurgiã plástica, especialista em tricologia e cirurgias de cabeça e pescoço; Thamy Motoki, cirurgiã plástica.

Sobre o autor

Ana Paula Ferreira
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em beleza e bem-estar.

Leia também:

benefícios da banana
Alimentação Bem-estar Saúde

10 benefícios da banana que provavelmente você não conhece (mais receitas)

A banana é amiga do intestino, além de ser eficiente na prevenção de cãibras. Veja outros benefícios da fruta!

mulher fazendo o exercício peck deck na academia
Bem-estar Movimento

Peck deck (voador): o que é, para que serve e como fazer o exercício

Entenda quais músculos o peck deck aciona, como executar corretamente e quais exercícios podem substituí-lo nos dias mais cheios da academia

perda muscular
Bem-estar Movimento Saúde

Perda muscular compromete a recuperação do paciente  

A sarcopenia, a perda de massa muscular e da força, aumenta o risco de complicações em diversos quadros