Quando o bebê começa a se sentar: com e sem apoio

Gravidez e maternidade Saúde
25 de Abril, 2022
Quando o bebê começa a se sentar: com e sem apoio

A primeira risada, a primeira palavra, os primeiros passos. As conquistas da infância são bastante aguardadas pelos pais. E como estamos falando de uma importante fase de desenvolvimento, é preciso um passo de cada vez, literalmente! Antes de caminhar, por exemplo, chega o momento quando o bebê começa a se sentar – muito importante para que ele vá aprendendo a se sustentar. 

E quando o bebê começa a se sentar?

Geralmente, por volta dos quatro meses o bebê senta com apoio. Aos cinco, é comum ver as mãozinhas na frente do corpo ajudando no suporte. Assim, a partir dessa idade até os 10 meses, eles costumam sentar sem apoio. 

Cuidados

Para contribuir com essa etapa, os pais devem preparar um ambiente seguro para o bebê, como: 

  • Aproveite brincadeiras no chão. Podem ser usados colchonetes ou tapetes finos, próprios para os pequenos. 
  • Ao redor do espaço onde o bebê irá brincar, deixe almofadas (porque o pequeno

pode se jogar para trás ou cair dos lados!). 

  • Cuidado com cadeiras, escadas, camas e sofás.
  • Além disso, nunca deixe o bebê sozinho.

É possível estimular?

Ansiosos pelo momento quando o bebê começa a se sentar, muitos pais se perguntam se vale estimular a criança ou se o ideal é aguardar o tempo dela. Mas, é claro que o pequeno precisa estar pronto para atingir cada etapa do desenvolvimento (e isso só ele poderá fazer), mas a estimulação por parte dos pais criando um ambiente seguro e com afetividade é muito bem-vinda!

Pode apostar: a sua presença, incentivo e interação são as melhores coisas para o pequeno. Então converse, cante, diga mensagens positivas e aposte em atitudes como:

  • Brincadeiras de bruços ajudam no fortalecimento da musculatura do pescoço e tronco. Ou seja, deixe o bebê brincar por alguns minutos várias vezes ao dia de barriga para baixo em uma superfície estável, macia e regular. 
  • Além disso, coloque objetos atrativos próximos para o pequeno se interessar em pegar. 
  • Em superfície plana, macia e estável, segure nos braços ou axilas e puxe o bebê suavemente para frente (você vai ver como ele vai “ajudando” com o tronco).
  • Por fim, quando ele estiver mais firme, coloque objetos na sua frente e vá distanciando um pouco para estimulá-lo a projetar o tronco para a frente para pegá-los. Isso ajuda no equilíbrio.

Leia também: Efeito vulcânico no sono do bebê: o que é, sintomas e como lidar

Quando o bebê começa a se sentar: será que está tudo normal?

Manter a rotina de consultas com o pediatra é fundamental para identificar atrasos no desenvolvimento ou outras alterações de saúde precocemente. Mas, aproveite esses momentos para tirar todas as suas dúvidas! E lembre-se também de que cada bebê tem o seu ritmo. Contudo, se houver algo estranho, o profissional saberá investigar as causas e encaminhar para especialistas se for o caso.

Fonte: Dra. Carla Nicolini é pediatra (CRM 140945), consultora internacional em amamentação e laserterapeuta

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

foto do ator Tony Ramos
Saúde

Hematoma subdural: entenda quadro de Tony Ramos

Tony Ramos passou por duas cirurgias após apresentar um hematoma subdural. Segundo boletim médico, ator já tem "melhora na evolução do quadro clínico"

corrida
Bem-estar Movimento Saúde

Como proteger garganta e ouvidos na corrida durante o inverno

É necessário tomar os devidos cuidados para proteger garganta e ouvidos durante a corrida no inverno. Saiba mais!

doação de óvulos qualidade dos óvulos
Gravidez e maternidade

É possível melhorar a qualidade dos óvulos de uma mulher?

O DNA dos óvulos que uma mulher libera ao longo da vida forma-se antes mesmo do nascimento dela. Mesmo assim, é possível melhorar a qualidade dos