Melhores posições para amamentar o bebê

Gravidez e maternidade Saúde
24 de Agosto, 2023
Melhores posições para amamentar o bebê

Estima-se que, em média, um bebê saudável mame de 8 a 12 vezes por dia. A demanda intensa, por vezes, faz com que as mães utilizem varias posições diferentes para amamentar o pequeno de acordo com as necessidades da sua rotina — seja em pé, deitada ou sentada confortavelmente em uma poltrona. A seguir, pontuamos as melhores posições para amamentar o bebê e fazer desse momento, o melhor possível. Confira a seguir! 

Veja também: Seu bebê não quer mamar? Confira 5 possíveis motivos e o que fazer

Posições para amamentar: veja as melhores!

amamentação

Existem muitas formas diferentes de amamentar o bebê. Mas o mais importante, de acordo com a pediatra do Hospital IGESP, Dra. Patrícia Terrível é que seja um momento agradável  para a mãe e para o bebê desde o começo.

“Esse contato da pele do bebê, essa troca de olhares entre a mãe e o bebê é muito importante. A amamentação é muito mais do que simplesmente dar o leite. É todo esse laço afetivo criado entre mãe e bebê, essa sensação de proteção, esse carinho, principalmente nesses 3 primeiros meses”, aponta.

Por isso, o primeiro passo é procurar um lugar tranquilo e confortável possível para alimentar o pequeno. A seguir, confira quais são as melhores posições para a amamentação.

Posição tradicional

Nessa posição, a mãe se coloca em uma poltrona com a coluna apoiada. Já o bebê, tem sua cabeça apoiada na dobra do braço da mãe e com o rosto direcionado para o seio. Aqui, a cabeça e o corpo do pequeno devem estar alinhados, evitando inclinações. 

Por fim, um travesseiro pode ser utilizado como apoio para segurar o bebê. 

Posições para amamentar: “cavalinho”

Nessa posição o bebê deve estar apoiado em uma das coxas da mãe e de frente para o peito. A mãe, por sua vez, deve segurá-lo pelas costas durante a amamentação. Vale lembrar que essa posição só é indicada a partir de 3 meses de vida, já que nesse período o bebê já consegue posicionar a cabeça firmemente. 

Posição em pé

A posição em pé é muito comum pela sua praticidade. Nela, a mãe coloca uma das mãos entre as pernas do bebê, sustentando-o e fazendo uma leve inclinação para o seio que será sugado pelo bebê. 

Posições para amamentar: deitada

Essa posição é muito utilizada durante as pausas para amamentação durante a noite, mas deve ser feita com cautela. Para se colocar na posição, basta que a mãe fique deitada com o bebê posicionado em sua frente em direção ao peito.

Assim, o ideal é sustentar o bebê com almofadas ou suportes que garantam que o pequeno ficará em uma posição firme e confortável. Por fim, as mães devem ter cuidado para não pegar no sono e, por ventura, se debruçar sobre o bebê.  

Posição invertida 

Aqui o segredo é posicionar o bebê ao lado da mãe, passando por baixo do seu braço e chegando ao seio. Além disso, a mãe deve sustentar a cabeça do bebê com a mão, aproximando as costelas do pequeno com as da mãe. A posição invertida é fácil e costuma ser uma das favoritas por distribuir o peso do bebê, de modo que não sobrecarregue a mãe. 

Dicas de amamentação para todas as posições

Seguindo as instruções do Ministério da Saúde, todas as posições de amamentação devem seguir os seguintes requisitos:

  • O bebê deve estar virado para a mãe, completamente apoiado e com os braços livres;
  • A cabeça do bebê deve ficar de frente para o peito e o nariz bem na frente do mamilo;
  • O bebê só deve ser colocado para sugar o peito quando ele abrir bem a boca;
  • Quando o bebê pega o peito, o queixo deve encostar na mama, os lábios ficam virados para fora e o nariz fica livre;
  • Ele deve abocanhar, além do mamilo, o máximo possível da parte escura da mama (aréola);
  • Por fim, cada bebê tem um próprio ritmo.

Fonte: Dra. Patrícia Terrivel – Pediatra e neonatologista do Hospital IGESP, e integrante do Departamento de Aleitamento Materno da Sociedade de Pediatria de São Paulo.

Referências: Ministério da Saúde e Sociedade de Pediatria de São Paulo.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

Por quanto tempo devo tomar vitamina C
Alimentação Bem-estar Saúde

Por quanto tempo devo tomar vitamina C?

Aliada a imunidade e a beleza, a vitamina C está ligada a uma série de benefícios para a saúde. Veja recomendações sobre o consumo prolongado

montagem com as fotos de Wagner
Saúde

Ele já fez mais de 100 doações de sangue e plaquetas: “dar um pouco da minha saúde para quem precisa”

Conheça a história de Wagner Hirata, que tem as doações de sangue e plaquetas como um de seus propósitos de vida

neuralgia do trigêmeo
Saúde

Neuralgia do trigêmeo: doença que provoca uma das piores dores do mundo

Sintomas de doença são dores muito fortes e rápidas em apenas um lado do rosto, causando sensação de choque ou de um golpe muito forte