Plantas em casa: guia completo de quais ter e como cultivar

Bem-estar Casa
08 de Fevereiro, 2022
Plantas em casa: guia completo de quais ter e como cultivar

As plantas purificam e umidificam o ar e ainda trazem bem-estar a quem convive com elas, sendo muito benéficas para a saúde física e mental. Mas, por menor que seja seu espaço, é possível ter belas plantas em casa, inclusive em vasos – seja para decoração ou uma horta para incrementar os preparos culinários. 

“Todos os ambientes são passíveis de recebê-las, somente lembrar que cada espécie tem sua particularidade, que deve estar em harmonia com o ambiente em questão”, explica Carlos Strano, engenheiro agrônomo e arquiteto paisagista da Strano Paisagismo, em São Paulo. 

Assim, todos os ambientes podem receber plantas, inclusive banheiros. Contudo, é preciso tomar cuidado pois há plantas tóxicas, com espinhos e que podem provocar alergias. A dica é começar pelo simples, como samambaias ou suculentas. Pois, elas vivem em xaxins, como as tradicionais samambaias, ou pequenos vasos. 

O Sesc do Rio de Janeiro lançou a Cartilha “10 plantas para cultivar e propagar em casa”, com plantas que podem ser utilizadas para melhorar o ar da casa e tornar o lar mais aconchegante. Confira quais são e se inspire:

Plantas em casa: tipos para cultivar

Zamioculca

Bastante resistente, tem brilho intenso. A rega é moderada, pois ela não gosta de solo encharcado. Sobrevive bem até um mês sem rega. 

Leia também: Plantas repelentes para espantar mosquitos e insetos

Jiboia

Trepadeira de fácil manutenção. É possível criar novas mudas a partir dos caules e as regas devem ser frequentes. Pois, ela gosta bastante de solo úmido. Mas, atenção: ela é tóxica para animais de estimação. 

Peperômia

São pendentes que vivem bem em meia sombra, com regas regulares mas sem encharcar o solo – caso contrário, as raízes podem apodrecer. 

Plantas em casa: alecrim

Pode ser cultivado com galhos bem formados com dez centímetros e em recipiente com bastante água e sol pleno. Além disso, pode ter vida longa, durando até dez anos. 

Manjericão

banho de manjericão

Existem diversas espécies de manjericão, que podem ser propagadas por estaca, muda ou semente. O manjericão gosta muito de luz, de rega moderada e é uma planta de vida curta, durando um ano. Após sua floração, o manjericão é comestível e ele irá secar. 

Hortelã

Tem aroma refrescante, gosta de solo úmido e bem adubado e pode ser facilmente cultivado em vasos, sob meia sombra.

Plantas em casa: fitônia

Planta boa para terrários, gosta de solo úmido e regas regulares. Assim, sobrevive bem em meia sombra. 

Babosa

 Muito resistente ao calor, tem propriedades medicinais. Mas, precisa de bastante claridade, rega moderada e não gosta de solo encharcado. 

Espada de São Jorge

Purificam o ar e são muito resistentes, inclusive ao ar condicionado. Não gostam de solo encharcado, podendo ficar até 20 dias sem rega em sol pleno ou meia sombra. Mas cuidado: pode ser tóxica para os bichinhos. 

Plantas em casa: dicas gerais

Carlos Strano lembra que as plantas em casa têm necessidades específicas. “Ou seja, são plantas que necessitam de um ambiente com o mínimo de claridade natural e que seja bem ventilado para seu pleno desenvolvimento e bem-estar.”

Assim, antes de escolher a planta mais adequada para a casa ou apartamento, existem vários fatores a serem levados em consideração. “Tais quais: ambientes com claridade natural, áreas ventiladas, espaço de circulação, proporcionalidade das plantas com a arquitetura do ambiente, necessidades fisiológicas das plantas, tais como água, luz natural, manutenção com adubos e inseticidas preventivos”, lembra o especialista. 

Além disso, a quantidade de adubo de que cada planta vai precisar depende da espécie escolhida. Assim, uma opção é comprar a terra já adubada ou fortifica-la com adubos orgânicos, que são suficientes para o cultivo doméstico, como húmus de minhoca, cascas de ovos e de legumes e frutas. 

“Os nutrientes dos orgânicos são mais rapidamente absorvidos. Assim, os cuidados básicos são sempre baseados na escolha das espécies, adubação mensal, irrigação geralmente de uma a três vezes por semana, prestar atenção na presença de pragas e insetos, assim como na vitalidade da espécie pela observação in loco”, orienta Strano. 

Fontes: Carlos Strano, engenheiro agrônomo e arquiteto paisagista da Strano Paisagismo, em São Paulo, Greenpeace e Sesc do Rio de Janeiro. 

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

mulher de lado tomando um suco verde em um copo
Alimentação Bem-estar

Como comer mais fibras no dia a dia? Dicas simples

O nutriente promove saciedade, melhora o trânsito intestinal, ajuda a evitar picos de açúcar no sangue e diminui a absorção das gorduras. Veja como comer mais

foto mostra diferentes pincéis de maquiagem
Beleza Bem-estar

Pincéis e esponjas de maquiagem podem causar acne e alergias. Como higienizar?

Você já tentou de tudo, mas não consegue se livrar do aparecimento de espinhas? Já tentou lavar seus pincéis e esponjas de maquiagem?

corrida
Bem-estar Movimento Saúde

Como proteger garganta e ouvidos na corrida durante o inverno

É necessário tomar os devidos cuidados para proteger garganta e ouvidos durante a corrida no inverno. Saiba mais!