Pinhão: Os benefícios da semente da araucária

Alimentação Bem-estar
01 de Abril, 2020
Pinhão: Os benefícios da semente da araucária

Presença confirmada nas festas juninas, o pinhão é a semente da araucária, árvore comum na região Sul do Brasil, e que é mais consumida nos meses de outono e inverno. Mais especificamente, sua venda começa oficialmente em abril.

Altamente nutritivo, é abundante em minerais importantes, como fósforo, zinco, cobre, manganês e ferro, além de vitaminas A, C e E, e antioxidantes. Ainda, é fonte de ácidos graxos essenciais para a saúde, como ômega-6 e ômega-9, que contribuem para a redução do colesterol no sangue e ajudam a prevenir doenças cardiovasculares.

A fama também chega à cozinha: cai bem sozinho ou em pratos doces e salgados. Mas, o alimento entrega menos calorias do que nozes, castanhas e amêndoas. Cada 100 gramas de pinhão cozido tem cerca de 160 calorias, 3,6 g de proteína, 5,5 g de fibras, 1,46 g de gordura e 33,2 g de carboidratos.

Benefícios do pinhão

Ajuda a controlar o apetite

Graças ao ômega-9, o pinhão ajuda a controlar a fome, pois esse ácido graxo ajuda a liberar um hormônio chamado colecistoquinina, que age diretamente no controle do apetite. Além disso, por ser isenta de glúten, trata-se de uma opção para os celíacos.

Leia mais: Como controlar os hormônios da fome

Protege a saúde do coração

Também, por ser repleto de ácidos graxos (gordura boa) é possível dizer que esse é um alimento que protege a saúde do coração. Nesse sentido, a presença de ômega-6 e ômega-9 propiciam o melhor controle do nível de colesterol no organismo. Por isso, ajudam a manter a pressão arterial controlada.

Leia também: Dieta rica em fibras pode prevenir doenças do coração e diabetes

Previne o envelhecimento precoce

Não só, esse é também um alimento rico em propriedades antioxidantes que combatem a ação de radicais livres, os quais provocam o estresse oxidativo. Entre outras coisas, o estresse oxidativo provoca o envelhecimento precoce da pele e o aparecimento de rugas.

Leia também: Alimentos que garantem uma pele saudável e lisinha

Fortalece os ossos

O pinhão é especialmente rico em fósforo (cerca de 166 mg a cada 100 g), um mineral muito importante. Resumidamente, o fósforo age de diversas maneiras no organismo: desde reações químicas em que se liberta energia, a formação dos ossos e dentes, transporte de oxigênio até o cumprimento de funções celulares.

Melhor funcionamento intestinal

O alimento é uma grande fonte de fibras: aproximadamente, possui 5g de fibras a cada 100 g do alimento. Por isso, ajuda a combater a constipação, bem como a sensação de inchaço, de modo que o trânsito intestinal é facilitado.

Ajuda no ganho de massa muscular

Possui uma quantidade considerável de proteína vegetal. Portanto, é possível dizer que ele ajuda no ganho de massa muscular (hipertrofia) objetivado por muitos atletas.

Como consumir o pinhão

O pinhão é bastante versátil, pode ser cozido na panela de pressão com sal e ingerido sem acompanhamentos. Mas, também pode ser utilizado em diversas receitas como saladas, lanches, farofas, bolos, tortas, cozidos e ensopados.

Sobre o autor

Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo

Leia também:

poke é saudável
Alimentação Bem-estar

Poke é saudável? Veja dicas na hora de consumir

Veja dicas de alimentos que não vão interferir no seu objetivo, seja emagrecer ou ganhar massa magra

mulher se consultando com um médico
Bem-estar Saúde

Preparação para a bariátrica vai além dos exames e envolve mudanças de vida

Antes de entrar no centro cirúrgico, o candidato à cirurgia bariátrica percorre um caminho de preparação que promete mais do que a perda de peso: uma

tempo em frente às telas
Alimentação Bem-estar Equilíbrio Saúde

Maior tempo em frente às telas está associado à piora da dieta de adolescentes

Pesquisa brasileira avaliou dados de 1,2 mil adolescentes e constatou que a maioria gasta mais de 2 horas de tempo em frente as telas