Pé chato: o que é, sintomas, causas e tratamento

Saúde
10 de Julho, 2023
Pé chato: o que é, sintomas, causas e tratamento

Dores e inchaço nos pés nem sempre são resultado de caminhadas vigorosas ou de pisadas de mal jeito. Esse desconforto, na verdade, pode indicar um problema mais sério: o pé chato. Embora sejam facilmente perceptíveis, esse tipo de condição tende a ser negligenciada e pode causar desconfortos maiores na adolescência ou na fase adulta. Saiba mais a seguir! 

Veja também: Como cuidar dos pés das crianças: confiras dicas essenciais

O que é pé chato?

Segundo o Dr. Marco Aurélio, médico ortopedista e traumatologista, o pé chato, também chamado de pé plano, é uma condição em que a arcada longitudinal do pé é menor do que o normal, resultando em uma superfície plana ou quase plana do pé. 

“Em um pé saudável, existe uma curva suave na parte interna do pé, conhecida como arcada longitudinal, que ajuda a distribuir o peso do corpo ao caminhar ou praticar atividades físicas. No entanto, em pessoas com pé plano, a arcada é menos pronunciada ou até mesmo ausente”, afirma o médico.

Essa condição pode afetar um ou ambos os pés e pode ser congênita — presente desde o nascimento — ou adquirida ao longo da vida devido a lesões, desgaste ou envelhecimento.

Causas 

O pé chato é muito comum em bebês e crianças, sendo que nessa fase, é normal que a sola seja amplamente reta. Porém, por volta dos 6 – 7 anos, o arco começa a se formar naturalmente. Em alguns casos, essa curva pode não aparecer e as principais causas são:

  • Hiperfrouxidão ligamentar;
  • Artrite ou outras doenças ósseas;
  • Excesso de peso;
  • Problema congênito;
  • Diabetes;
  • Trauma nos pés;
  • Alongamento natural excessivo dos ligamentos que fazem parte da estrutura do arco plantar no pé.

Principais sintomas

Os sinais e sintomas do pé plano podem variar de pessoa para pessoa. Mas, de acordo com o Dr. Marco, os mais comuns são: 

  • Arco do pé pouco desenvolvido ou ausente: O principal sinal do pé plano é a ausência ou diminuição do arco longitudinal do pé. Assim, em vez de apresentar uma curvatura característica na região central do pé, a planta do pé toca quase completamente o chão.
  • Dor ou desconforto: Algumas pessoas com pé plano podem experimentar dor ou desconforto nos pés, especialmente na região do arco, ao caminhar, correr ou ficar em pé por períodos prolongados. A dor também pode se estender para o tornozelo, perna e joelho.
  • Fadiga nos pés: Indivíduos com pé plano podem sentir seus pés cansados mais rapidamente do que aqueles com um arco normal. “Isso ocorre porque os músculos e ligamentos do pé têm que trabalhar mais para fornecer suporte adequado ao caminhar ou praticar atividades físicas” indica o médico.
  • Inchaço: Pessoas com pé plano podem desenvolver inchaço ao redor do tornozelo devido ao estresse adicional exercido sobre os ligamentos e músculos do pé.
  • Instabilidade ao caminhar: O pé plano pode levar a uma sensação de instabilidade ou dificuldade em manter o equilíbrio ao caminhar, especialmente em superfícies irregulares.

Tipos de pé chato

Os diferentes tipos de pés planos podem variar de acordo com a causa e a severidade da condição. A seguir, confira quais são:

Pé chato flexível

É o tipo mais comum de pé chato. Nesse caso, o arco do pé está presente quando não há carga sobre ele, mas desaparece quando o peso é colocado sobre o pé. Esse tipo de pé chato geralmente não causa dor ou problemas significativos e é considerado uma variação normal da estrutura do pé.

Pé chato rígido

Neste caso, o arco está ausente tanto quando há carga quanto quando não há. Os pés chatos rígidos podem ser causados por deformidades congênitas ou condições adquiridas, como trauma ou artrite. Assim, essa condição pode causar dor e dificuldade ao caminhar.

Pé chato valgo

Nessa categoria, o pé chato está associado a uma inclinação excessiva do calcanhar para fora, conhecida como valgo. Geralmente é observado em crianças e pode ser corrigido naturalmente à medida do crescimento. No entanto, em alguns casos, pode ser necessário tratamento médico.

Pé chato adquirido

Por fim, o pé chato adquirido se forma ao longo do tempo, geralmente devido a lesões, desgaste excessivo ou outras condições. Essa condição pode causar dor e desconforto e requer cuidados médicos adequados.

Tratamentos disponíveis para pé chato

O tratamento para pé plano pode variar dependendo da gravidade dos sintomas e da causa subjacente do problema. Mas de forma geral, o primeiro passo é a observação e acompanhamento. Isso porque em alguns casos de pé plano leve, especialmente em crianças pequenas, os sintomas podem se resolver por conta própria ou até piorarem, exigindo uma intervenção.

Exercícios e alongamentos também podem fazer parte do tratamento, já que, de acordo com o ortopedista, o fortalecimento dos músculos da perna e do pé, juntamente com alongamentos adequados, pode ajudar a melhorar a estabilidade e o suporte do arco. Contudo, somente um fisioterapeuta pode recomendar exercícios específicos para fortalecer os músculos do pé e da perna.

Palmilhas e calçados adequados

Por outro lado, itens como palmilhas, suporte para os pés e calçados adequados podem fornecer um suporte adicional ao arco do pé, ajudando a aliviar os sintomas e auxiliando no amortecimento. “Procure sapatos que tenham um bom suporte de arco ou que permitam a inserção de palmilhas ortopédicas”, recomenda o Dr. Marco. 

Em alguns casos, o paciente pode ter prescrição de medicamentos para dor intensa ou inflamação associada ao pé chato. “O médico pode prescrever medicamentos anti-inflamatórios não esteroides (AINEs) para aliviar os sintomas”, diz o médico.

Cirurgia de correção

Por fim, em último caso também existe a possibilidade de optar pela cirurgia, especialmente em casos graves de pé plano que não respondem a outras formas de tratamento, a cirurgia pode ser considerada. A cirurgia pode envolver o reparo ou reconstrução dos ligamentos e tendões para melhorar o suporte do arco.

 

Fonte: Dr. Marco Aurélio S. Neves, ortopedista e traumatologista, especializado em próteses de quadril e joelho.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

mulher se consultando com um médico
Bem-estar Saúde

Preparação para a bariátrica vai além dos exames e envolve mudanças de vida

Antes de entrar no centro cirúrgico, o candidato à cirurgia bariátrica percorre um caminho de preparação que promete mais do que a perda de peso: uma

tempo em frente às telas
Alimentação Bem-estar Equilíbrio Saúde

Maior tempo em frente às telas está associado à piora da dieta de adolescentes

Pesquisa brasileira avaliou dados de 1,2 mil adolescentes e constatou que a maioria gasta mais de 2 horas de tempo em frente as telas

corredor abaixado segurando a perna aparentemente com dor
Bem-estar Movimento Saúde

Será que eu estou com canelite? Médico destaca principais sinais

A condição é uma das principais preocupações entre os corredores. Ortopedista explica como identificar os sintomas característicos da canelite