Novo estudo confirma que ovo não aumenta o colesterol

30 de janeiro, 2020

Como a polêmica vai-e-vem se o ovo aumenta o colesterol ou não, muita gente se pergunta qual é a verdade. Porém, pesquisadores da Universidade McMaster, em Ontário, no Canadá, decidiram pôr fim a toda a controvérsia. Eles realizaram uma metanálise de dados que analisam ovos e doenças cardíacas.

Os cientistas compilaram dados de três grandes estudos de longo prazo em que o consumo de ovos dos indivíduos foi comparado com o colesterol no sangue e seus componentes. Além do risco de eventos cardiovasculares e morte precoce. Com isso, os resultados mostraram que um ovo por dia não teve impacto negativo na saúde.

“A ingestão moderada de ovos, que é de cerca de um ovo por dia na maioria das pessoas, não aumenta o risco de doença cardiovascular ou mortalidade. Mesmo que as pessoas tenham histórico de doença cardiovascular ou diabetes”, diz um dos autores da análise, o pesquisador Mahshid Dehghan.

Ovo e colesterol: Como funcionou o estudo

Os dados da pesquisa envolveram 177 mil pessoas de 50 países, distribuídos por seis continentes, com diferentes níveis de renda. Com isso, embora finalmente tenhamos a prova de que o consumo moderado de ovos é perfeitamente saudável, é importante entender a palavra essencial desta conclusão: moderado. Portanto, tudo com moderação é uma boa regra a seguir.

Leia também: Chá de folha de abacate: Conheça a novidade

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.