O que levar para a maternidade? 

Mamães e papais de primeira viagem podem ter muitas dúvidas sobre o enxoval do bebê – e não sem motivo! Afinal, são tantas coisas para considerar. Por isso, confira o que levar para a maternidade.

“Geralmente, pais de primeira viagem ficam muito em dúvida do que levar e de quanto levar para a maternidade, o que acaba resultando em um excesso de roupinhas, meias e luvas que acabam não sendo usadas”, explica Fabiana Milan, gerente de marketing da Alô Bebê. “É importante buscar com a maternidade a lista que eles recomendam”, completa.

Afinal, o que levar para a maternidade?

Para evitar exageros, vale a pena seguir as indicações de quem entende do assunto. “Para o bebê, além das roupas para usar na maternidade, que fazem conjuntos com bodies e mantinha, não podem faltar, sobretudo, pijamas confortáveis para dormir à noite”, explica Lory Buffara, CEO e consultora de enxoval da Mommys Concierge. “As roupas bonitas são ideais para receber as visitas, mas para dormir mais tempo, principalmente à noite, o ideal são roupas confortáveis. E também é importante levar uma touca, afinal, a maternidade tem ar-condicionado e os bebês sentem muito frio”, diz.

Vale a pena também ficar de olho na lista abaixo, pensando nas necessidades do bebê: 

  • Roupas confortáveis
  • Bodies e culotes
  • Meias
  • Touquinha
  • Macacões
  • Fraldinha de boca de ombro
  • Saída de maternidade
  • Manta e cobertor
  • Cueiros (ótimos para fazer o famoso “charutinho”)

O que as mães precisam na maternidade?

Mas não devemos esquecer que, além dos recém-nascidos, as mamães também têm necessidades específicas ao sair da maternidade. Nesse caso, é importante ter uma troca de roupas, principalmente para a saída do hospital, além de itens de higiene básicos, como escova de dentes, pasta dental e escova de cabelo.

Fora isso, vale a pena se informar também sobre a necessidade de absorventes pós-parto, um item comum para as mães que tiveram o bebê via parto natural. As fraldinhas de ombro e boca também são aliadas nesses primeiros momentos, já que ajudam no cuidado do bebê, ao mesmo tempo que protegem roupas e ajudam a limpar possíveis sujeiras – nesse caso, quanto mais, melhor!  

Aliás, um reforço: na hora de montar a mala do bebê e da mãe, vale a pena consultar o que a maternidade já oferece, para evitar peso extra e itens repetidos. Lembre-se que, ao sair da maternidade, você terá uma pessoinha a mais com você, então, quanto menos malas e bolsas, melhor. 

Leia também: Cuidados no pós-parto: 5 conselhos importantes sobre o puerpério

Cuidados extras com o bebê

Além do básico necessário para o bem-estar do bebê ainda na maternidade, é importante se atentar a alguns pontos. O primeiro, claro, é garantir que o bebê seja muito bem acolhido, com o amor e carinho dos pais. 

“Cuidados com os exames e as vacinas ainda na maternidade também são importantes”, explica Fabiana. “E nunca, em hipótese alguma, deve-se deixar o bebê sozinho em cima da cama ou no trocador. Se estiver tudo bem com mamãe e bebê, já iniciar o processo de amamentação, fazer a troca de fralda frequentemente e a higiene do coto umbilical.”

Fonte: Fabiana Milan, gerente de marketing da Alô Bebê e Lory Buffara, CEO e consultora de enxoval da Mommys Concierge

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.