Novo teste para febre maculosa é aprovado pela ANVISA

Saúde
06 de Julho, 2023
Novo teste para febre maculosa é aprovado pela ANVISA

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o registro de um novo teste para identificação e diagnóstico da febre maculosa. De acordo com determinação da agência reguladora, o teste deve ser realizado por profissionais da área de saúde com conhecimento específico em biologia molecular. Entenda mais sobre o novo teste!

Leia mais: Como proteger as crianças da febre maculosa?

Novo teste para febre maculosa

O kit, fabricado pelo Instituto de Biologia Molecular do Paraná, é o segundo autorizado no Brasil para detectar febre maculosa. Dessa forma, utiliza a técnica PCR, que permite a detecção do material genético de bactérias transmitidas pela picada do carrapato-estrela.

De acordo com a Anvisa, a maioria das doenças transmitidas por carrapatos apresenta sintomas semelhantes. Por isso, o diagnóstico pode ser difícil. Assim, os ensaios de PCR em tempo real representam uma ferramenta de diagnóstico importante para a detecção do agente causador.

“O teste é qualitativo, ou seja, aponta a presença ou ausência de cada alvo molecular na amostra biológica. O teste deve ser realizado por profissionais da área de saúde com conhecimento específico em biologia molecular, utilizando como amostra DNA total extraído de amostras de sangue, soro ou coágulo de pacientes” disse a Anvisa, em nota.

O que é a febre maculosa?

A febre maculosa é uma doença infecciosa causada por uma bactéria do gênero Rickettsia, transmitida pela picada do carrapato-estrela. No entanto, em entrevista anterior à Vitat, a Dra. Natalia Reis Fraga, infectologista, contou que a bactéria causadora da doença pode albergar (abrigar) qualquer tipo de carrapato. Por exemplo, o do cachorro.

O Brasil registrou 2.059 casos de febre maculosa de janeiro de 2013 a 14 de junho de 2023, de acordo com dados do Ministério da Saúde. Recentemente (16/06), o Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo confirmou 2 novos casos da doença. Com isso, o Estado registra 19 casos de febre maculosa em 2023, com 9 óbitos.

Tratamento e prevenção

De acordo com Natalia, a febre maculosa é uma doença grave e pode matar. Por isso, é fundamental fazer o diagnóstico precoce nos primeiros dias da doença. Assim, o risco de mortalidade diminui. O tratamento é com antibiótico. Em alguns casos, a pessoa pode precisar de internação.

A melhor forma de prevenir a febre maculosa é evitar áreas infestadas por carrapatos, principalmente durante o período de maio a outubro.

Outras medidas de prevenção incluem a atenção redobrada durante atividades em áreas arborizadas, com alta vegetação e gramados, como trilhas, parques e fazendas. Por isso, a especialista ensina que o uso de repelentes, bem como roupas claras podem facilitar a visualização dos carrapatos. Além disso, sapatos fechados, camisas de manga longa e calças podem ajudar na prevenção.

Referência: Agência Brasil.

Sobre o autor

Fernanda Lima
Jornalista e Subeditora da Vitat. Especialista em saúde

Leia também:

selfie do ex-jogador de vôlei, Tande
Saúde

Tande, do vôlei, sofre infarto e é internado em hospital

Tande, ex-jogador da seleção brasileira de vôlei, revelou ter tido 98% de entupimento em uma de suas veias e sofrido um infarto

benefícios da banana
Alimentação Bem-estar Saúde

Quais são os benefícios da banana para a saúde? Veja lista e receitas saudáveis

A banana é amiga do intestino, além de ser eficiente na prevenção de cãibras. Veja outros benefícios da fruta!

horário para treinar
Bem-estar Movimento Saúde

Estudo revela melhor horário para pessoas com obesidade treinaram

O estudo da Universidade de Sidney identificou benefícios do treino noturno para a saúde do coração