Monkeypox pode causar inflamação no coração?

Saúde
22 de Setembro, 2022
Monkeypox pode causar inflamação no coração?

Um paciente de 31 anos foi diagnosticado com miocardite aproximadamente uma semana após o início dos sintomas da varíola símia (monkeypox), de acordo com relato de pesquisadores portugueses do Centro Hospitalar Universitário São João, em Porto, publicado em um estudo no “Journal of the American College of Cardiology”. Tal quadro trouxe à tona uma questão séria: monkeypox pode causar inflamação no coração?

As inflamações do coração podem resultar em miocardites (quando acomete o músculo cardíaco), pericardites (quando o “invólucro externo” do coração inflama) e, eventualmente, endocardite (inflamação da parte interna do coração, que pode acometer também as válvulas).

Já se sabe que os vírus são a causa mais comum de miocardite, como o SARS-CoV-2, adenovírus, herpes, influenza, entre outros. Entretanto, outros agentes também podem resultar em inflamação do coração, como bactérias (Staphylococcus aureus), fungos (Candida, Aspergillus), parasitas (como o causador da doença de Chagas). Doenças autoimunes (como lúpus e artrite reumatoide) e alguns medicamentos também podem desencadear o problema.

“Sabe-se que existe uma série de infecções virais que podem resultar em miocardite; uma conjunção de fatores do indivíduo, muitas vezes desconhecidos, e do vírus explicam o motivo de, entre duas pessoas com a mesma infecção, uma desenvolver e outra não”, explica a infectologista Emy Akiyama Gouveia, do Hospital Israelita Albert Einstein.

Leia também: Teste da monkeypox: Anvisa aprova kit produzido pela Fiocruz

Monkeypox pode causar inflamação? Caso do paciente português

O paciente em questão se apresentou a um serviço de saúde cinco dias após o início de sintomas, que incluíam mal-estar, dor muscular, febre e as típicas lesões na face, mãos e genitais. Ali ele recebeu o diagnóstico de varíola símia. Três dias depois, voltou ao hospital com queixas de aperto no peito irradiando para a parte superior esquerda do tórax, a ponto de acordá-lo à noite.

Com o atendimento médico, os exames de eletrocardiograma e alguns marcadores sanguíneos sugeriram lesões no coração. Uma ressonância magnética mostrou a inflamação. Foram feitos vários testes que afastaram outras infecções virais. Ele ficou uma semana internado, mas se recuperou completamente.

Embora ainda sejam necessários mais estudos para confirmar a relação entre as duas doenças – monkeypox e miocardite -, reportar o caso pode ajudar a aumentar o alerta da comunidade científica para essa possível complicação, dizem os autores.

Orientações

“Todos os sintomas devem ser investigados e monitorados de perto já que eles podem iniciar de maneira súbita ou algumas vezes lentamente”, concorda a infectologista. “Mas, pelo que conhecemos até aqui, acredita-se que esse tipo de complicação, se for confirmada, não deva se tornar algo muito comum”.

Quando um paciente apresenta miocardite viral, os sintomas iniciais estão relacionados à infecção pelo vírus específico, associado ou não ao mesmo tempo com o acometimento do coração. Isso pode se manifestar através da dor no peito, falta de ar, palpitações, cansaço, fraqueza, inchaço, entre outros.

“Sempre procure atendimento médico caso algo diferente apareça ou se você já apresenta uma condição clínica que piorou de repente”, orienta Gouveia.

A transmissão de varíola símia acontece principalmente pelo contato próximo com as lesões e fluidos corporais e gotículas expelidas pelo doente. Os sintomas incluem febre, nódulos aumentados, dor muscular, irritação na pele. A maioria das infecções costuma ser leve, mas os sintomas podem durar de duas até quatro semanas.

Fonte: Agência Einstein

Leia também:

mulher com as mãos na barriga
Saúde

Vaginismo afeta o bem-estar e pode ter causas emocionais

O vaginismo é um tipo de dor que acontece durante a penetração. As causas normalmente englobam aspectos psicológicos, e problema atrapalha a vida sexual

foto do ator Tony Ramos
Saúde

Hematoma subdural: entenda quadro de Tony Ramos

Tony Ramos passou por duas cirurgias após apresentar um hematoma subdural. Segundo boletim médico, ator já tem "melhora na evolução do quadro clínico"

corrida
Bem-estar Movimento Saúde

Como proteger garganta e ouvidos na corrida durante o inverno

É necessário tomar os devidos cuidados para proteger garganta e ouvidos durante a corrida no inverno. Saiba mais!