Misofonia: O que é e quais as causas

24 de janeiro, 2020

Você provavelmente conhece alguém que fique irritado e angustiado só de ouvir pequenos sons ou ruídos. Seja qualquer som cotidiano, como a mastigação, e digitação no teclado por exemplo. Se você for essa pessoa, saiba que é possível que você sofra de misofonia.

O termo misofonia é a junção de miso, que significa ódio, e da expressão fonia, que é relativo ao som. É uma condição que provoca uma reação negativa aos sons, mesmo que seja em um volume baixo. Assim, pode deixar as pessoas desconfortáveis, com ansiedade e vontade de abandonar quem está produzindo o barulho. 

A misofonia é uma doença neurológica, e a irritação que os sons podem causar está no fato de que os estímulos auditivos são confundidos dentro do sistema nervoso central. 

Existem alguns estudos que sugerem que o desencadeamento pode estar relacionado com experiências negativas com relação aos barulhos que incomodam. No entanto, ainda não foi descoberto a verdadeira causa. 

Leia também: Fobia: O que é e como pode atrapalhar sua vida

Na maioria dos casos, a condição começa a se manifestar na infância. Dessa forma, é recomendado procurar um especialista ao primeiro sinal de misofonia que a pessoa perceber.

Principais sintomas

Essa doença prejudica o humor, podendo causar ansiedade ou raiva. Além dos sintomas de irritação por certos barulhos, existem outras reações:

  • Agitação;
  • Desejo de sair dos lugares;
  • Ficar agressivo com quem está produzindo o som;
  • Afastamento de algumas atividades, que podem estar associadas aos barulhos que incomodam;

Quais os tratamentos?

Assim como qualquer outro distúrbio, a misofonia também exige tratamento. Consultar um profissional é a melhor maneira de conseguir diagnosticar o problema. Não existe um tratamento específico, por esse motivo a condição não tem cura. 

Leia também: Ansiedade: O que é, sintomas e como controlar

Entretanto, existem terapias que podem ajudar a pessoa a tolerar os sons com mais facilidade. Saiba quais são elas:

Terapia com psicólogos 

Essa sensação desagradável causada por sons específicos podem estar relacionada com alguma experiência ruim do passado. Neste caso, a terapia feita com um psicólogo pode ser uma ótima maneira de entender o que deu origem para a síndrome e tentar resolver a alteração, ou pelo menos, atenuar a reação aos sons desagradáveis.

Leia também: FoMO: O medo de ficar por fora que pode causar depressão

Teoria com treinamento para a misofonia

Este tipo de terapia vem sendo usado por psicólogos para quem sofre com misofonia. O treinamento consiste em focar em um som agradável, evitando os barulhos “irritantes” que estão no ambiente.

A pessoa pode ser incentivada a ouvir música durante as refeições ou outras situações que normalmente causem alguma reação. Assim, focando na música e evitando pensar no que é desagradável.

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em fitness, saúde mental e emocional.