Levedura nutricional: O que é e quais os benefícios

Alimentação Bem-estar
02 de Outubro, 2019
Levedura nutricional: O que é e quais os benefícios

Um superalimento que enche o corpo de saúde. Essa é a levedura nutricional, alimento com sabor de queijo (ainda que não seja de origem animal), sem glúten, fonte de vitaminas, minerais e proteínas.

“Leveduras são micro-organismos unicelulares, popularmente conhecidos como fungos. São parentes dos cogumelos e costumam ser enquadrados no reino vegetal”, detalha Caroline Possato, nutricionista do Instituto Mineiro de Endocrinologia.

Entre seus componentes está a vitamina B12, essencial para o equilíbrio do sistema nervoso central, a produção de células do sangue e a formação do DNA das células.

Contém também zinco e selênio, minerais que facilitam as respostas químicas do organismo. E ainda tem fibra alimentar, que contribui para o bom funcionamento do intestino e aumenta a sensação de saciedade, ótimo recurso para quem deseja emagrecer.

Outros benefícios desse alimento incluem o fortalecimento da imunidade, mais saúde para a pele, cabelos e unhas e a prevenção da anemia.

Tipos de levedura nutricional 

A nutricionista explica que há dois tipos de leveduras: Ativas e Inativas. As primeiras, também chamadas de fermentativas, são usadas na panificação e na produção de bebidas, como cerveja, rum e uísque. Elas substituem o gás oxigênio, convertendo açúcar em álcool etílico e conferindo um sabor característico ao líquido.

Kombucha, outro exemplo de bebida fermentada a partir de leveduras, vem se tornando tendência mundial na alimentação saudável. Por ser gaseificada, lembra um espumante ou refrigerante. Gera sensação de bem-estar, ajuda na digestão e saciedade. 

“É uma excelente fonte de probióticos e antioxidantes, mas não deve ser utilizado por qualquer pessoa. Quem tem problemas no fígado, além de crianças e pessoas com diabetes, por exemplo, devem evitar o consumo. É importante sempre consultar um profissional antes de incluir essa bebida na dieta”, alerta Caroline.

Leia também: Kombucha: O que é e quais os benefícios da bebida

As leveduras inativas são conhecidas como Leveduras Nutricionais (Nutritional Yeast). “Quando a cultura dos fungos está pronta, é desativada sob alta temperatura, depois colhida, limpa, secada, fortificada com propriedades nutricionais específicas (vitaminas e minerais) e, só então, comercializada para uso no preparo de receitas culinárias.”

Como usar a levedura nutricional na alimentação

Os fungos fazem parte da alimentação humana há muitos séculos, por conta de suas propriedades fermentativas, nutricionais e até medicinais. 

Nos mercados, a levedura nutricional é encontrada em flocos ou em pó. Pode ser usada como tempero para realçar o sabor original de outros alimentos, para melhorar a textura e reduzir a utilização de sal em diferentes preparações. Também confere consistência mais cremosa a sopas, caldos e molhos.

Leia também: Porque emagrecer fica mais difícil com a idade

Você pode adicionar 1 colher de sopa cheia do produto a bebidas, massas, tortas, saladas, pipoca, arroz, feijão e purês. 

Contraindicações

Em alguns indivíduos, o consumo de leveduras pode causar náuseas e excesso de gases, mesmo em pessoas saudáveis. 

“Pessoas com problemas hepáticos, crianças, grávidas ou mulheres que estão amamentando, pessoas com diabetes do tipo 2 ou até mesmo alcoólatras em recuperação não devem consumir alimentos enriquecidos com levedura”, afirma a nutricionista. 

Lembre-se sempre de consultar um nutricionista ou médico antes de incluir a levedura na sua dieta.

Levedura nutricional e emagrecimento

Caroline informa que ainda não há estudos que comprovem o efeito da levedura no emagrecimento. Por isso, a indicação é sempre adotar hábitos alimentares saudáveis, que ajudam na manutenção ou perda de peso. 

“É importante, acima de tudo, que o indivíduo acima do peso faça um acompanhamento médico, nutricional e até psicológico. O tratamento integral tornará mais fácil a mudança de hábitos, garantindo sucesso no emagrecimento”, conclui.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

Por quanto tempo tomar glutamina
Alimentação Bem-estar Saúde

Por quanto tempo devo tomar glutamina?

Veja recomendações importantes sobre o consumo prolongado

mulher correndo ao ar livre em uma ponte em cima de um rio
Bem-estar Movimento

Quando aumentar a distância na corrida?

Sente que os treinos estão ficando cada vez mais fáceis de completar? Talvez seja a hora de aumentar a distância na corrida. Entenda

Alimentação e hipertensão
Alimentação Bem-estar Saúde

Alimentação e hipertensão: o que priorizar e o que evitar?

O ideal é utilizar temperos naturais, como ervas e especiarias. Veja outras dicas