Lesão do Ligamento Cruzado Anterior do Joelho (LCA): o que é

Saúde
15 de Agosto, 2022
Lesão do Ligamento Cruzado Anterior do Joelho (LCA): o que é

Os joelhos são uma das maiores articulações do nosso corpo, responsáveis pela sustentação do peso do corpo e por movimentos como andar, correr, sentar e ficar em pé. Por isso, é tão comum ter lesões nessa região, como por exemplo, a lesão do Ligamento Cruzado Anterior, que ocorre quando temos a ruptura total ou parcial deste ligamento.

Anatomia do joelho

Antes de mais nada, é importante entender a anatomia da região. De acordo com Raquel Silvério, fisioterapeuta e Diretora Clínica do Instituto Trata, Unidade de Guarulhos, o joelho é composto pela parte óssea distal do fêmur, proximal da tíbia e a patela. 

Assim, a parte articular é revestida por cartilagem e existem os ligamentos que tem como função estabilizar essa articulação. “O Ligamento Cruzado é um desses importantes ligamentos que não permitem o movimento excessivo das estruturas do joelho”, ressalta a especialista.

Sintomas da Lesão do Ligamento Cruzado Anterior

O principal sinal de que o ligamento sofreu ruptura é a dor intensa. Além disso, podem surgir os seguintes sintomas:

  • Leve edema (inchaço);
  • Amplitude de movimento reduzida;
  • Sensibilidade na região;
  • Frouxidão do joelho;
  • Desconforto ao caminhar.

Causas da Lesão do Ligamento Cruzado Anterior

A principal causa da lesão do Ligamento Cruzado Anterior do Joelho é o trauma direto na região, como por exemplo, uma pancada, ou rotacionar o corpo sobre o joelho mantendo o pé preso no chão. 

Assim, Raquel afirma que esse tipo de lesão é mais comum em pessoas que praticam esportes como futebol, jiu jitsu, entre muitos outros que favorecem o mecanismo de lesão.

Diagnóstico e tratamento

Após identificar os sintomas, o diagnóstico é feito por avaliação médica. “É identificado o falseio do joelho com movimentação excessiva da tíbia apresentado em um dos testes realizados. Um deles é o teste chamado de ‘gaveta anterior’, e em seguida é solicitado uma ressonância nuclear magnética”, explica a fisioterapeuta. 

Em alguns casos, quando há ruptura total, é necessário realizar o tratamento cirúrgico.

Leia também: Fortalecer os joelhos: Conheça os melhores exercícios

Além disso, o tratamento do LCA também é feito por meio da fisioterapia, que visa reabilitar os movimentos do joelho e reconstruir o ligamento.  “Se a ruptura for parcial e o paciente não tiver uma vida muito intensa em prática de atividade física, pode se optar pela fisioterapia”, diz Raquel.

Pode fazer exercício físico após quanto tempo?

Segundo a fisioterapeuta entrevistada, a prática de atividade física pode ser feita 4 meses após a reconstrução cirúrgica. Mas apenas exercícios leves.

“A alta para qualquer prática de atividade esportiva geralmente vem entre 6 e 8 meses após a cirurgia”, finaliza.

Fonte: Raquel Silvério, fisioterapeuta e Diretora Clínica do Instituto Trata, Unidade de Guarulhos, a profissional possui especialização em fisioterapia músculo esquelética pela Santa Casa de São Paulo.

Sobre o autor

Julia Moraes
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em fitness, saúde mental e emocional.

Leia também:

mulher se consultando com um médico
Bem-estar Saúde

Preparação para a bariátrica vai além dos exames e envolve mudanças de vida

Antes de entrar no centro cirúrgico, o candidato à cirurgia bariátrica percorre um caminho de preparação que promete mais do que a perda de peso: uma

tempo em frente às telas
Alimentação Bem-estar Equilíbrio Saúde

Maior tempo em frente às telas está associado à piora da dieta de adolescentes

Pesquisa brasileira avaliou dados de 1,2 mil adolescentes e constatou que a maioria gasta mais de 2 horas de tempo em frente as telas

corredor abaixado segurando a perna aparentemente com dor
Bem-estar Movimento Saúde

Será que eu estou com canelite? Médico destaca principais sinais

A condição é uma das principais preocupações entre os corredores. Ortopedista explica como identificar os sintomas característicos da canelite