Quando devo trocar minha lâmina de depilar? Profissional explica

Beleza Bem-estar
10 de Agosto, 2022
Quando devo trocar minha lâmina de depilar? Profissional explica

Quando o assunto é lâmina de depilar, o que não faltam são opções de modelos e marcas. Contudo, independente do tipo escolhido, uma coisa é certa: em algum momento, ela terá que ser descartada e trocada por uma nova.

Mas, afinal, existe algo que indique que a lâmina já não está boa para uso? E quando essa mudança deve ser feita?

Para esclarecer estas dúvidas, consultamos a dermatologista Renata Vasconcellos.

Leia também: Depilação: Conheça diferentes formas de acabar com os pelos

Afinal, quando devemos trocar a lâmina de depilar?

De acordo com Renata, não existe um tempo exato. Contudo, quanto mais velha ela for, mais a pele será agredida, podendo causar irritação, dermatite ou infecções.

“Além disso, a troca garante maior higiene e evita a proliferação de bactérias”, ressalta a médica.

O ideal, portanto, é substituir a lâmina de depilação quando ela não tiver mais removendo os pelos da forma esperada.

Leia também: Pelo encravado: dicas para evitar este problema após a depilação

“O ideal seria jogar fora após cada uso. Porém, como isso dificilmente é possível, aconselho não deixar passar de mais de cinco usos”, ela orienta.

“O recomendado também é que a troca seja feita sempre quando as lâminas estiverem ‘cegas’ ou até mesmo com indícios de ferrugem.”

Leia também: Depilação na gravidez: o que pode ou não usar nesse período?

Dicas para fazer as lâminas durarem mais

Como explica a dermatologista, existem algumas medidas simples que fazem com que a lâmina de depilar tenha uma durabilidade melhor, além de mantê-la mais seguras para a pele.

Para que suas lâminas durem mais, você deve:

  • Higienizar após o uso: você pode enxaguar com água durante o banho, mas caso queira uma proteção extra, também é possível usar álcool 70% para remover resíduos de tecidos cutâneos ou possíveis bactérias.
  • Secar bem: isso evita que ela enferruje mais rapidamente.
  • Guardar em um local arejado, limpo e seco: sim, você deve evitar deixá-las no chuveiro, que é um ambiente úmido.
  • Nunca compartilhar a lâmina: além de ser anti-higiênica, esta atitude ainda pode levar a transmitir bactérias e células mortas da pele de uma pessoa para a outra.
  • Não usar a mesma lâmina em todo o corpo: quanto mais grosso é o pelo, mais rápido a lâmina ficará cega. Além disso, há regiões que ficam mais suadas e úmidas que outras, aumentando o risco de espalhar infecções/bactérias e ter pelos encravados.

Fonte: Renata Vasconcellos, dermatologista pós-graduada em tricologia, de Mogi Guaçu, em São Paulo.

Sobre o autor

Ana Paula Ferreira
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em beleza e bem-estar.

Leia também:

Chás pré e pós-treino
Alimentação Bem-estar

Chás pré e pós-treino: veja as melhores opções

O chá é a segunda bebida mais consumida mundialmente, depois da água, sendo o Brasil um dos maiores consumidores. De acordo com um balanço da Euromonitor

Lapsos de memória
Bem-estar Equilíbrio Saúde

Lapsos de memória: 8 principais fatores e como evitá-los

Rotina sobrecarregada, estresse e noites maldormidas são algumas das causas

Quando mudar a rotina de skincare
Beleza Bem-estar

Rotina de skincare: quando mudar os produtos? Dermatologista explica

Segundo a dermatologista, apesar da percepção, a pele continua se beneficiando da rotina