Joanete: Exercícios e dicas para cuidar dos pés

23 de novembro, 2021

O joanete consiste em uma deformação que afeta os dedos dos pés, principalmente o primeiro (dedão). Dessa maneira, o problema causa um “calombo” na articulação e o dedo sofre um desvio em direção aos demais. Consequentemente, as estruturas do pé ficam sobrecarregadas. 

Assim, o joanete costuma ser muito doloroso e incômodo. Cerca de 30% da população possui algum grau de deformidade dessa patologia. Inclusive, costuma ser 10 vezes mais comum entre as mulheres. 

As principais causas do joanete estão relacionadas ao fator genético, e o uso de calçados apertados. Além disso, o problema também pode surgir por conta de doenças que atingem as articulações ou pela má formação da própria estrutura óssea dos pés.

Dicas para cuidar dos pés e tratar o joanete

Escalda-pés para tratar joanete

O escalda-pés é uma ótima opção para tratar o joanete e aliviar os sintomas causados por ele. 

Basicamente, você deve mergulhar os pés em uma bacia com água quente e 2 colheres de sal grosso ou ervas relaxantes, como a camomila. Dessa maneira, fique por cerca de 20 minutos.

Lembre-se de que a temperatura da água deve estar quente, mas de forma que não queime a pele. 

Leia também: Quais os cuidados que devemos ter com os pés no verão?

Ter uma alimentação saudável

Ingerir alimentos saudáveis é muito importante, pois o joanete acaba enfraquecendo os ossos e as articulações. Portanto, ingerir nutrientes específicos para eles melhora sua saúde, minimiza o problema e evita que ele se agrave. Assim, opte por ter os seguintes alimentos no seu cardápio:

Use separador de dedos

O separador de dedos é fundamental para evitar que o joanete apareça ou piore. Dessa forma, antes de deitar na cama para dormir, coloque-o entre o dedão e o segundo dedo.

Exercícios para joanete

Existem alguns exercícios que podem ajudar a reduzir as dores do joanete. Então, veja abaixo quais são:

  • Primeiro: Estenda uma toalha no chão e faça movimentos com os os dedos dos pés, trazendo ela para si. Repita várias vezes;
  • Segundo: Sente-se com as pernas esticadas. Em seguida, estique uma das pernas, levantando o pé, e faça movimentos rotatórios com o dedão do pé —no sentido horário e anti-horário — por 15 vezes;
  • Terceiro: Coloque um elástico entre um dedão e outro, e faça movimentos de abrir e fechar os dedos, ou de adução e abdução. Repita os movimentos cerca de 20 vezes por dia.

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Repórter