Intoxicação emocional: O que é e como evitar

27 de novembro, 2019

Intoxicação emocional é a realidade de muitas pessoas, apesar da maioria não ter consciência do seu estado emocional. Atenção para os sintomas, que podem variar entre:

  • Falta de motivação;
  • Decepção pessoal;
  • Insegurança;
  • Dificuldade de se expressar;
  • Angústias e aflições sem explicação aparente;
  • Incômodos desnecessários, mas fortemente presentes.

Muitas vezes agimos de forma inconsciente, não expomos nossos pensamentos e emoções de forma clara e objetiva. Com isso, causamos sérios problemas em nossa rotina diária.

Como acontece

A intoxicação emocional é causada por conflitos pessoais e emocionais que afetam diretamente nosso bem-estar físico e psicológico, nos deixando fragilizados, irritados, instáveis emocionalmente.

Assim, ela é a consequência de não tirarmos um tempo para nós, para cuidarmos do nosso interior, estar sempre adiando fazer o que nos dá prazer. Então, esse sentimento de se provar em curto prazo pode não causar nenhum dano. Entretanto, a longo prazo, a consequência é o adoecimento e a exaustão.

Nossa mente trabalha incansavelmente, cria pensamentos sem parar, de forma frenética e sem controle. Dá voltas, cria hipóteses, deduções sobre o que acontece ao nosso redor, faz suposições, desenvolve novas ideias e conceitos, pensa e torna a pensar de novo, antecipa o pior, emite juízos sobre os outros. E, principalmente, sobre nós mesmos.

Leia também: Frustração: Como administrar esse sentimento

A intensidade

A intensidade das emoções é característica deste quadro. Com isso, aquele que sofre de intoxicação emocional tem seu estado psíquico alterado. Então, sentimentos como a raiva, medo, agressividade e culpa são comuns como reação.

Culpa-se o tempo todo por algo que não aconteceu conforme o esperado, seja consigo ou com os outros, pequenos acontecimentos são tomados como uma tempestade em copo d’água. Dessa forma, a raiva se manifesta como um mecanismo de extravasar o seu conflito interior.

Também, intoxicação emocional, no senso comum, trata-se de uma carga de emoções, assim como qualquer substância em exagero, causa intoxicação.

Esse excesso de informações e sentimentos faz com que outras sensações e pensamentos que poderiam contribuir para nosso equilíbrio sejam mascarados e dificulte a nossa consciência sobre uma situação anormal e prejudicial ao corpo e a mente.

Dessa maneira, a falta de percepção de si, do outro e do meio em que vive leva a uma vida não consciente, escondendo a verdade, gerando sentimentos, sensações e objetivos de vida não coerentes com o seu ser original. Essa falta de percepção pode impulsionar o desenvolvimento de lixos emocionais.

Como lidar com a intoxicação emocional

Identifique e aceite os sinais

Quando alguém sofre uma intoxicação alimentar, deve-se eliminar do corpo o alimento causador do desequilíbrio. O mesmo deve ser feito quanto às emoções.

Se o excesso de alguma delas é motivo de insegurança e tendência a depressão, o caminho é aceitar e optar pelas vias de alternativas, que abrir-se para opiniões, ajudadas, aceitar pequenas mudanças e retornar aos poucos a autoconfiança.

Leia também: Como superar a insegurança e partir para a ação

Não canalize sentimentos tóxicos

Se você sofre um choque emocional ou sente uma raiva intensa, pode estar certo, até o final do dia estará simplesmente esgotado energeticamente. Medo, culpa e ansiedade geram descompasso. Já a amizade, alegria e desprendimento nos recarregam.

Tenha organização 

Levar a vida de forma mais organizada é outro ponto bastante importante, e isso inclui tanto os ambientes, como a sua casa e local de trabalho, quanto a rotina de compromissos. 

Assim, saber onde está o que procura e que tarefas precisam realizar em cada dia irão fazer uma grande diferença e trarão mais tranquilidade para o seu dia a dia.

Leia também: Como falar o que sente e o que pensa

Cuidado com a autossabotagem 

A única maneira de superar esse adoecimento é nos tornarmos conscientes de que existe algo dentro de nós que alimenta nossos objetivos, nosso propósito maior. É ele que fará você seguir mesmo diante dos obstáculos.

Temer o sucesso tem a ver com a nossa incapacidade de tolerar as incertezas. Entretanto, temos muita dificuldade em aceitar que a vida não é uma linha reta e que errar faz parte. Somos nós nossos próprios sabotadores.

Para refletir

Não se preocupe com o tempo que levará para limpar sua mente. Estar consciente demais do tempo pode solapar o processo. Relaxar os músculos e o corpo pode melhorar a limpeza da mente e ajudar a dormir.

Vá correr. Correr vai relaxar seu corpo e sua mente. Escute músicas enquanto corre. Tenha um objetivo. Use isso para concentrar a mente.

Toda vez que aceleramos os pensamentos, a emoção perde em qualidade, estabilidade e profundidade. Assim, uma vida de qualidade começa com o equilíbrio.  

Alimente sempre hábitos positivos, crie novos paradigmas, cultive sempre a alegria de viver nas pequenas coisas do dia-a-dia, nos pequenos detalhes, dando sentido e significado a tudo que fizer com otimismo. Estes sentimentos deixam a alma livre e leve.

Também, a terapia é fundamental nesse processo, através da escuta, da observação, do acolhimento, aciona ferramentas específicas a sua dinâmica que irão te ajudar a alinhar e organizar esses sentimentos. 

Linda Vieira – Psicóloga Clínica com com abordagem Fenomenológico-Existencial. Experiência em: depressão, fobias, estresse, ansiedade, sexualidade, relacionamentos e medos. Parceira no Programa de Emagrecimento Tecnonutri.