Interação social pode prevenir demência? Saiba mais

9 de abril, 2020

Interação social é importante para todos, pois é a partir dela que o ser humano desenvolve a comunicação e cria relações. Além disso, pode prevenir a demência, segundo estudos. Em tempos de pandemia pode ser difícil manter a vida social, já que todos estão isolados em casa. No entanto, é fundamental não perder o contato com os amigos e familiares, fazer atividades que você gosta e experimentar coisas novas.

Leia também: Malhar pode reduzir o risco de demência

O que dizem os estudos

Um artigo do Journal of Alzheimer’s Disease, periódico médico norte-americano, mostrou um estudo de seis anos sobre interação social e demência. A pesquisa envolveu 593 participantes com mais de 65 anos que não tinham demência no início da análise. 

As interações sociais e habilidades cognitivas dos participantes foram monitoradas. Dessa forma, foi descoberto que aqueles com níveis mais altos de interação social eram menos propensos a desenvolver demência. Vale ressaltar que, neste estudo, “interação social” incluía atividades como ler o jornal, experimentar coisas novas e manter uma vida social ativa.

Leia também: Tai chi chuan diminui o risco de demência

Outro estudo publicado na revista acadêmica também relacionou interação social com demência. Assim, a pesquisa envolveu participantes sem demência que estavam envolvidos em um grupo de discussão altamente interativo, enquanto outros participaram de Tai Chi, caminhavam ou faziam parte do grupo que não recebeu intervenções. 

Os resultados mostraram que os envolvidos no grupo de discussão não apenas melhoraram seu funcionamento cognitivo, mas também aumentaram volumes cerebrais de acordo com ressonâncias magnéticas. Ou seja, um volume cerebral maior foi correlacionado com uma diminuição do risco de demência.

Entretanto, ter um grande número de amigos pode não ser necessariamente o fator que reduz o risco de demência. Ao contrário, é a qualidade, satisfação, apoio e reciprocidade dos relacionamentos que são fatores importantes na redução do risco. 

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em fitness, saúde mental e emocional.