Gripe é mais frequente no frio? Entenda

Saúde
07 de Abril, 2022
Gripe é mais frequente no frio? Entenda

É normal ficar gripado ou conhecer pessoas que ficam mais gripadas em estações do ano em que a temperatura cai, como o inverno e outono. Mas afinal, será que de fato a gripe é mais frequente no frio? Entenda!

Leia mais: Razões para se vacinar contra a gripe, segundo especialistas

Afinal, gripe é mais frequente no frio?

Sentir frio não é o motivo para ficar gripado. Mas é verdade que o tempo frio facilita pegar resfriados ou gripes. Os fatores responsáveis pelo maior desenvolvimento de vírus e bactérias nessa época do ano são diversos. No frio, por exemplo, as alergias respiratórias pioram devido às infecções virais frequentes, ao aumento da poluição ambiental, às constantes e bruscas mudanças climáticas, ao ar seco e ao fato de que casacos e cobertores são retirados dos armários depois de muito tempo guardados.

Além disso, o frio também favorece a sobrevivência de vírus, o que explica maiores ocorrências gripais, bem como a exposição prolongada a baixas temperaturas, já que pode comprometer os mecanismos de defesa das vias aéreas. Ademais, nos períodos mais frios, as pessoas tendem a se aglomerar em ambientes fechados, o que favorece a transmissão

Mas apesar de ser no inverno o maior número de ocorrências dessas infecções, não é o frio que causa as doenças, e sim os vírus. E no Brasil, gripes e resfriados ocorrem ao longo de todo o ano.

Tratamento da gripe

Ficar gripado no frio é comum. A boa notícia é que existem vários tratamentos que contribuem com a melhora do quadro, a começar pelo mais conhecido: muita água e repouso. Além disso, pode ser recomendado o uso de antibióticos. Quando surgem complicações graves como a bronquite, que pode causar falta de ar e evoluir para uma pneumonia, é importante buscar ajuda especializada de um alergista e imunologista. 

Como prevenir?

Apesar de não ser possível prevenir de algumas formas de infecção, existem muitas iniciativas que podem reduzir a possibilidade de contágio, a começar pela higiene ambiental. Assim, alguns cuidados devem ser priorizados, como manter padrões de limpeza adequados, combate à umidade, lavar agasalhos e cobertores antes de usar, não deixar animais dentro de casa, retirar dos cômodos livros ou almofadas que acumulem poeira, evitar cigarro no ambiente doméstico e se vacinar contra a gripe. Confira outras estratégias:

  • Lave as mãos com frequência.
  • Evite tocar seu rosto, algo que as pessoas fazem entre nove e 23 vezes por hora .
  • Fique hidratado; oito copos de água por dia é uma boa meta, mas pode ser mais ou menos dependendo do estilo de vida e do tamanho da pessoa.
  • Faça uma dieta bem balanceada. Vegetais com folhas verdes escuras são ricos em vitaminas que auxiliam o sistema imunológico; ovos, leite fortificado, salmão e atum têm vitamina D.
  • Mantenha-se fisicamente ativo, mesmo durante o inverno.
  • Limpe as superfícies duras e de alto contato em sua casa com frequência.
  • Se seu nariz ou garganta ficarem secos no inverno, considere o uso de um umidificador.
  • Tome a vacina contra a gripe.

Veja também: Agende aqui a sua vacina contra a gripe

Fontes: Fiocruz, Associação Bahiana de Medicina

Sobre o autor

Fernanda Lima
Jornalista e Subeditora da Vitat. Especialista em saúde

Leia também:

dores nos glúteos e problemas na coluna
Saúde

Dores nos glúteos sinalizam problemas na coluna, diz especialista

Pesquisa aponta problemas na coluna como uma das principais causas de afastamento do trabalho

benefícios da banana
Alimentação Bem-estar Saúde

10 benefícios da banana que provavelmente você não conhece (mais receitas)

A banana é amiga do intestino, além de ser eficiente na prevenção de cãibras. Veja outros benefícios da fruta!

perda muscular
Bem-estar Movimento Saúde

Perda muscular compromete a recuperação do paciente  

A sarcopenia, a perda de massa muscular e da força, aumenta o risco de complicações em diversos quadros