Grávidas podem tomar própolis para amenizar os sintomas de gripe? Especialista explica

Gravidez e maternidade Saúde
07 de Março, 2023
Grávidas podem tomar própolis para amenizar os sintomas de gripe? Especialista explica

O própolis é um excelente aliado da imunidade visto que a sua ação ajuda a fortalecer o sistema imunológico. Não por acaso, o produto é muito utilizado para aliviar os sintomas de gripe, amenizar a coriza e acelerar a cicatrização de feridas e queimaduras. Apesar de ser um produto natural, existem contraindicações para o consumo do extrato. Afinal, grávidas podem tomar própolis?

Conversamos com a nutricionista especialista em nutrição da mulher e fertilidade, Michelle Ferreira, para responder a essa pergunta.

Veja também: Grávida pode comer comida japonesa e beber vinho? Entenda polêmica

Afinal, grávidas podem tomar própolis? 

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA, grávidas não devem tomar própolis. A explicação para essa recomendação, segundo a nutricionista Michelle, é que o extrato é considerado um item fitoterápico, que oferece riscos à gestação. 

“As plantas medicinais e os remédios fitoterápicos contêm substâncias que podem ser tóxicas para o corpo humano e para o feto. Os efeitos potenciais do uso indiscriminado de plantas medicinais são efeitos embriotóxicos, que geram perturbação no feto, teratogênicos, que podem gerar alterações estruturais, e abortivos”, afirma a nutricionista. 

Isso acontece porque alguns constituintes vegetais do própolis podem atravessar a placenta e atingir o feto. Assim, os fitoquímicos e seus metabólitos são conhecidos por induzir a estimulação da contração uterina e o desequilíbrio hormonal que pode resultar em aborto. 

Segundo a FioCruz (Fundação Oswaldo Cruz), o uso de fitoterápicos e plantas medicinais no período gestacional é alvo de discussões quanto a sua segurança, principalmente nos três primeiros meses, período em que se associa o uso desses produtos a abortos espontâneos e malformações.

Além disso, a nutricionista aponta que as alterações no perfil hormonal podem afetar a concepção, interromper a gravidez ou produzir uma malformação congênita. 

Devido à ampla gama de modos de ação dos fotoquímicos, algumas plantas medicinais podem ser seguras para uso durante certos trimestres da gravidez e prejudiciais em outros estágios. Por esse motivo, é essencial ter acompanhamento médico e não arriscar a automedicação. 

Em que casos a grávida pode tomar própolis? 

Na maioria das vezes, a restrição para não consumir própolis na gestação vale para todas as grávidas. Porém, existem casos em que o médico pode indicar o extrato, mas é necessário que ele tenha acesso ao histórico da gestante. Nesse caso, Michelle Ferreira indica: “é importante lembrar que deve ser usado o própolis aquoso e não o alcoólico de forma pontual e com indicação médica”. 

Vale reforçar que a restrição ao própolis é ainda mais forte para mulheres com gravidez de risco ou quando o bebe apresentar restrição de crescimento intrauterino. 

Dicas para substituir o própolis e aliviar os sintomas de gripe 

Se você já estava acostumada a utilizar o própolis em caso de gripe, fique tranquila. Existem outros alimentos e técnicas que podem proporcionar os mesmos efeitos do extrato das abelhas. A seguir, confira dicas da nutricionista que são saudáveis e não oferecem riscos para a sua gestação: 

Para aliviar dor de garganta:

Para dor de cabeça:

  • Compressa de água morna.
  • Chá de gengibre.
  • Banho morno.

Além disso, é necessário manter uma boa alimentação e hidratação para que o quadro de gripe passe rapidamente. Em todo caso, evite a automedicação, já que medicamentos desnecessários podem prejudicar a gestação. 

Em média, os sintomas tendem a desaparecer em 10 dias. Porém, em caso de gripe intensa, busque um médico imediatamente.

Fonte: Michelle Ferreira, nutricionista da Nutrindo Ideais, especialista em nutrição na saúde da mulher e fertilidade.

 

Sobre o autor

Tayna Farias
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em gravidez e maternidade

Leia também:

foto de folhas de citronela em uma bandeja de bambu
Bem-estar Casa Saúde

Planta citronela espanta mosquito da dengue?

A planta possui um óleo essencial desagradável para alguns insetos. Contudo, a citronela não deve ser a única estratégia para espantar o mosquito da dengue

Cinco habitos
Bem-estar Equilíbrio Saúde

Cinco hábitos indispensáveis para a saúde

Para iniciar uma mudança de comportamento, confira cinco atitudes simples para incorporar no dia a dia que trazem benefícios no futuro

Dengue e Covid
Saúde

Dengue e Covid-19: como diferenciar os sintomas?

Em meio a uma explosão de casos de dengue e o aumento de infecções por covid-19 no Brasil, sintomas geram muitas dúvidas. Veja diferenças