Genes da dislexia: cientistas fazem descoberta inédita

Saúde
21 de Outubro, 2022
Genes da dislexia: cientistas fazem descoberta inédita

Um estudo publicado na revista Nature Genetics traz novas perspectivas sobre a dislexia. A condição genética dificulta a capacidade de aprendizado e estima-se que 8 milhões de brasileiros enfrentem o distúrbio. Contudo, pesquisadores da Universidade de Edimburgo, na Escócia, descobriram 42 genes da dislexia. Por ser o primeiro grande estudo sobre o segmento, ainda há a necessidade de mais análises para detalhar a ligação desses genes à dificuldade cognitiva.

Veja também: Cientistas brasileiras criam novo método para diagnosticar o câncer de mama

Como foi feita a descoberta dos genes da dislexia?

Para identificar os possíveis genes da dislexia, os pesquisadores reuniram informações genéticas de aproximadamente 50 mil pessoas com o distúrbio. Além disso, avaliaram 1 milhão de dados de indivíduos sem dislexia, a fins de comparação.

Dos 42 genes, 14 já estavam associados a outros transtornos cognitivos, como atraso no raciocínio e na fala. Os demais também possuíam relação com outras condições conhecidas, como o TDAH e a habilidade de escrever e realizar tarefas com as duas mãos (ambidestria). Como conclusão, os cientistas notaram que existe uma conexão genética entre a dislexia e a ambidestria.

O estudo afirma que a descoberta pode auxiliar no desenvolvimento de testes genéticos mais precisos da dislexia, que ainda é um desafio para o diagnóstico correto. Dessa forma, será possível realizar o acompanhamento de indivíduos com a condição e proporcionar mais ferramentas para melhorar a qualidade de vida.

Características da dislexia

De acordo com a Associação Brasileira de Dislexia (ABD), a criança com dislexia geralmente embaralha letras ao escrever, soletrar ou ler uma palavra. Mas também pode apresentar outra série de sinais que indica a presença do transtorno. Em contrapartida, é importante ressaltar que uma pessoa não necessariamente possui todos os sintomas, mas alguns que levantam a suspeita da dislexia. Por exemplo:

  • Problemas para se concentrar.
  • Atraso na fala e no processo de alfabetização.
  • Dificuldade em aprender canções e rimas.
  • Facilidade em perder o foco — os episódios de dispersão são muito comuns.
  • Pouco repertório de fala, que gera problemas de interação e conversação.
  • Ausência de coordenação motora e de diferenciação entre esquerda e direita.
  • Desorganização em geral, que vai desde cumprir prazos a manter os pertences em ordem.
  • Por fim, pouca capacidade de resolver quebra-cabeças e jogos com proposta similar.

Tipos de dislexia

Dependendo do conjunto de características da pessoa, a dislexia se classifica em:

  • Visual: reúne os entraves de ler e distinguir os lados direito e esquerdo, gerados pela confusão visual.
  • Auditiva: envolve dificuldades em falar e assimilar rimas e canções, pois a percepção dos sons é mais comprometida.
  • Mista: junção de dois ou mais tipos de dislexia. Em outras palavras, o indivíduo poderá ter sintomas da dislexia visual e auditiva.
Descubra seu peso ideal. É grátis! Saiba se seu peso atual e sua meta de peso são saudáveis com Tecnonutri.
cm Ex. 163 kg Ex. 78,6

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

selfie do ex-jogador de vôlei, Tande
Saúde

Tande, do vôlei, sofre infarto e é internado em hospital

Tande, ex-jogador da seleção brasileira de vôlei, revelou ter tido 98% de entupimento em uma de suas veias e sofrido um infarto

benefícios da banana
Alimentação Bem-estar Saúde

Quais são os benefícios da banana para a saúde? Veja lista e receitas saudáveis

A banana é amiga do intestino, além de ser eficiente na prevenção de cãibras. Veja outros benefícios da fruta!

horário para treinar
Bem-estar Movimento Saúde

Estudo revela melhor horário para pessoas com obesidade treinaram

O estudo da Universidade de Sidney identificou benefícios do treino noturno para a saúde do coração